Sexta, 05 Julho 2024 15:24

Tribunal do Júri: Réu foi condenado a 39 anos de prisão

Por

Aconteceu nesta sexta-feira  na Comarca de São Lourenço do Sul o julgamento do réu CARLOS ANDRE DIAS DE OLIVEIRA  conforme segue: fato ocorrido no dia 13 de outubro de 2022, praticando contra a vítima I. M.N., réu pronunciado como incurso nas sanções do artigo art. 121, §2º, incisos II , VI , IV  e § 7º, incisos II , IV , do Código Penal.

O réu teve a pena definitiva  fixada em 39 anos de reclusão. 

Na acusação esteve o Promotor de justiça Márcio Schlee, na defesa Dr. Airton Carre Chagas,  presidido pelo juiz Raphael Miller de Figueiredo.

Relembre o caso: 

ASSASSINATO: POLÍCIA CIVIL REALIZA PRISÃO EM FLAGRANTE PELO CRIME DE FEMINICÍDIO

Às 8h da manhã de hoje, um indivíduo, acompanhado de um casal, chegou a Delegacia de Polícia de São Lourenço do Sul noticiando que havia matado sua ex companheira Ieda Mendes Nunes de 69 anos de idade. Diante disso, um policial civil foi até o local indicado como residência da vítima (Rua Sepé Tiaraju) constatando a porta da casa arrombada e o corpo de uma mulher decúbito dorsal no chão do quarto. A autoridade policial acionou a perícia criminalística do IGP e requisitou a necrópsia do corpo para apurar a causa da morte no IML. Foi colhido o depoimento do casal procurado pelo suspeito para confessar o crime, os quais confirmaram que ele confessou ter matado a ex-companheira. No plantão policial foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelo crime de feminicídio.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade