Terça, 11 Maio 2021 15:27

CONCESSÃO BR 116 E BR 392: ACI/CDL PARTICIPOU DE AUDIÊNCIA PÚBLICA QUE DEBATEU ESTRADAS DA REGIÃO SUL

Por

 

O Presidente da Associação Comercial e Industrial e Câmara de Dirigentes Lojistas (ACI/CDL) de São Lourenço do Sul, Mahmoud Amer, participou de importante Audiência Pública online realizada na tarde desta segunda-feira (10/05), que debateu temas relacionados as estradas da região sul do estado.

A agenda, proposta pelas Comissões de Assuntos Municipais e de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Estado, contou com a participação de lideranças regionais e representantes políticos, tratando como tema principal a possível prorrogação do contrato de concessão de 457,3 quilômetros de estradas da Região Sul (BR-116, entre Camaquã e Jaguarão; BR- 392, entre Rio Grande e Santana da Boa Vista) - entre o Governo Federal e a Empresa Concessionária de Rodovias do Sul (Ecosul).

Em pauta, além da análise da base jurídica para concessão dos trechos, foram tratadas projeções de investimentos por parte da concessionária, valores de pedágios e inclusão no novo contrato de duplicação de 115,7 quilômetros do trecho da BR-290, entre Pantano Grande e Eldorado do Sul. A proposta aponta ainda a criação de duas novas praças de pedágio na região e a diminuição da tarifa básica de R$ 12,30 para R$ 7,38, para veículos de passeio.

Mahmoud Amer, Presidente da entidade, destacou aos presentes a necessidade de maior análise do projeto, evidenciando que as propostas apresentadas, se aprovadas, ocasionarão inúmeros impactos econômicos e sociais na região “Os setores produtivos já suportam despesas altíssimas nos transportes rodoviários e a suposta diminuição nos valores não se mostra real, uma vez que com o aumento do número de praças de pedágio se nota um aumento nos custos finais. Portanto, é inadmissível arcarmos com subas nestes valores”, aponta.

Amer salienta que as tarifas não justificam as proposições, uma vez que os preços praticados na região são dos mais altos do país e as alternativas apresentadas retiram recursos de uma área para cobrir outras “Aumentar os valores de contribuição significa aumentar o custo de produção e, consequentemente, aumentar o valor final dos produtos, impactando diretamente na renda das famílias gaúchas” concluiu, sinalizando aos presentes a sugestão de que a Ecosul avalie diminuição da tarifa básica para R$ 4,50, média de preço nas outras rodovias do estado.

ACI/CDL ON-LINE: www.acisls.com.br – O PORTAL DO EMPREENDEDOR

 

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click