Quarta, 12 Maio 2021 08:41

Governo do Estado avalia possibilidade de priorizar vacinação de professores

Por

A decisão do Tribunal de Justiça de manter a vacinação de professores em Esteio causa reflexos em nível regional. Agora, o Piratini avalia a possibilidade de adotar a medida em todo o Estado. Antes, porém, o governo busca respaldo jurídico junto e para isso a Procuradoria-Geral do Estado analisa o caso, conforme a colunista Taline Oppitz. O Executivo já havia solicitado antecipação na vacinação dos profissionais de educação ao STF, mas ainda não obteve resposta. O relator da ação é o ministro Ricardo Lewandoski, que segue em silêncio. Recentemente, ele determinou a suspensão da vacinação de professores e servidores no Rio. Porém, mesmo sem resposta do Supremo, a Famurs recomendou aos municípios que incluam o grupo entre os prioritários na vacinação, algo que a Prefeitura de Porto Alegre indicou que irá buscar, em mediação na Justiça.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click