Quarta, 07 Dezembro 2011 18:56

Motociclista que dirigia embriagado teve que pagar fiança de um salário mínimo para não ser recolhido ao Presídio

Por

 

* ÀS 04:40 h do último sábado (3), compareceu à DP local um policial rodoviário estadual, informando que, em serviço de rotina no Posto da PRE, na RS 265, km 171, foi abordado o condutor da moto Honda CG 125 Titan, placa ILJ 1575, na via pública, sentido cidade-zona rural. Durante averiguação de rotina foi percebido que o condutor estava com sinais de embriaguez, sendo lhe solicitado que submete-se ao teste do bafômetro. Voluntariamente o mesmo soprou no aparelho, acusando a medida de 0,81 miligramas de álcool por litro de ar expelido, equivalente a 16,2 decigramas de álcool por litro de sangue. Constatado o excesso ao limite legal permitido, foi dada voz de prisão em flagrante delito ao acusado por embriaguez ao volante, tendo a prisão ocorrido de forma mansa e pacífica, respeitados os direitos constitucionais do preso. O mesmo foi conduzido, juntamente com a moto à DP local para os devidos trâmites. O Delegado de Polícia GUILHERME CALDERIPE arbitrou uma fiança de um salário mínimo ao motociclista para não ser conduzido ao Presídio.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade