Terça, 04 Maio 2021 20:01

Pessoas com comorbidades começarão a ser vacinadas contra a COVID-19 neste sábado (08)

Por

Pessoas com comorbidades consideradas de risco para contágio e agravamento da COVID-19 começarão a ser vacinadas neste sábado (8). Serão vacinados:

  • pessoas com Síndrome de Down maiores de 18 anos;
  • pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal, maiores de 18 anos;
  • gestantes e puérperas com comorbidade, maiores de 18 anos;
  • pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos;
  • pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos de idade.

Para receber a vacina, deverá ser levado atestado assinado e carimbado por médico, especificando as comorbidades possuídas. O modelo de atestado deve ser baixado no link ao final desta notícia.

A dinâmica de vacinação segue o modelo já utilizado para idosos, o Drive-Thru (carros) ou fila indiana (a pé) das 9h às 16h. É importante ressaltar que não é necessário chegar com horas de antecedência, a vacinação ocorre de maneira rápida.

A vacinação é para moradores de todos os bairros da cidade e localidades do interior. Quem mora na zona rural pode fazer a vacina na UBS da sua localidade, agendando via telefone o dia e horário da vacinação. As pessoas acamadas também devem agendar na sua UBS de referência.

Comorbidades de risco de contágio e agravamento da Covid-19

CONDIÇÕES DE SAÚDE

DESCRIÇÃO DA CONDIÇÃO

Diabetes Mellitus (DM)

Diagnóstico de Diabetes Mellitus

Pneumopatia crônica grave

DPOC, Fibrose cística, fibrose pulmonar, pneumoconioses, displasia broncopulmonar ou asma grave (uso recorrente de corticóide sistêmico ou hospitalização por asma)

HAS resistente

HAS não controlada com uso de 3 ou mais anti-hipertensivos em doses máximas ou HAS controlada com o uso de 4 classes de anti-hipertensivos

HAS estágio 3

PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg

HAS com lesão em órgão alvo

HAS com lesão em órgão alvo (coração, retina, rim, encéfalo, vasos)

HAS associada a comorbidade

HAS em indivíduo com obesidade, cardiopatia hipertensiva (hipertrófica ou dilatada), apneia obstrutiva do sono, hiperlipidemia ou outra

Insuficiência cardíaca (IC)

IC estágios B, C ou D

Cor pulmonale e Hipertensão pulmonar (HAP)

Diagnóstico de cor pulmonale crônico e HAP primária ou secundária

Doença Arterial Coronariana (DAC)

Diagnóstico de DAC sem ou com complicações (Ex: IAM)

Valvulopatias cardíacas

Lesões valvares com repercussão hemodinâmica, miocárdica ou com sintomas

Prótese valvar

Portador de prótese valvar biológica ou mecânica

Miocardiopatias e Pericardiopatias

Miocardiopatia de qualquer etiologia, Pericardite crônica, Cardiopatia reumática

Doenças de Grandes vasos e fístulas arteriovenosas

Aneurismas, dissecções ou Hematomas de Aorta ou demais grandes vasos

Arritmias Cardíacas

Arritmia com relevância clínica (que exija tratamento) ou associada a cardiopatia

Cardiopatia Congênita no adulto

Cardiopatia congênita associada a: repercussão hemodinâmica, hipoxemia, IC, arritmia ou comprometimento miocárdico

Doença Cerebrovascular

AVE ou AIT prévio, Demência vascular

Doença Renal Crônica (DRC)

DRC estágio 3 ou 4 (TGF2) e/ou Sínd. Nefrótica

Imunossupressão

Transplantados de órgão sólido ou medula óssea, em uso de imunossupressor, pessoas vivendo com HIV, imunodeficiências primárias, necessidade de uso crônico de corticoide em dose de Prednisona >10mg/dia (ou equivalente), pulsoterapia com corticoide ou ciclofosfamida

Câncer

Pacientes oncológicos com tratamento quimio ou radioterápicos atual ou nos últimos 6 meses ou portadores de neoplasias hematológicas

Hemoglobinopatias graves

Diagnóstico de anemia falciforme ou talassemia maior

Obesidade grau 3

Indica de Massa Corporal ≥40kg/m2

Cirrose Hepática

Diagnóstico de cirrose hepática em qualquer estágio

Síndrome de Down

Trissomia do cromossomo 21

Gestantes e/ou Puerpéras com comorbidades

Gestantes e mulheres em período de até 45 dias após o parto portadoras de comorbidades listadas nesta tabela

Documentação necessária

Para receber a primeira dose da vacina é preciso levar Cartão SUS, Carteira de Vacinação (se tiver), CPF, Carteira de Identidade, comprovante de residência e atestado médico anexo a esta notícia, que deverá ser assinado e carimbado pelo seu médico.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click