Segunda, 13 Maio 2019 13:43

Vítima depositou R$ 8.700,00 na conta do estelionatário

Por
* ÀS 20:43 h do último dia 11, compareceu à DP local o Sr. O. N. W., residente em Quevedos, informando que havia adicionado uma moça pela rede social Facebook, a qual chamou-lhe para conversar no Messenger no dia 1º de maio. Logo em seguida o bloqueou e continuaram conversando pelo whatsapp. No mesmo dia a moça disse que tinha 14 anos, era estudante, filha de um policial e morava em Porto Alegre. Ambos trocaram fotos nuas e semi-nuas. No dia seguinte, o comunicante recebeu uma ligação do número (51) 98154.2447, onde um homem identificou-se como policial e pai da menina. O mesmo ameaçou o comunicante dizendo que sabia que ele havia enviado fotos para sua filha e, desta forma, denunciaria à Polícia e o mandaria prender. Logo após, exigiu que a vítima transferisse R$ 2 mil para a conta da mãe da menina na Caixa Econômica Federal. Ao todo foram três TED somando R$ 8.700,00. Entre os dias 2 e 8 de maio recebeu ligações e mensagens pelo whatsapp deste homem dos números (51) 98154.2447, (51) 98917.6938 e (51) 99500.8382, sempre com ameaças e pedidos de dinheiro. O homem dizia que o comunicante tinha que lhe dar dinheiro para o tratamento psicológico da menina, em função das fotografias enviadas. O homem disse também que viria de Porto Alegre buscar o comunicante. A vítima relatou ainda que foi orientado pelo mesmo homem a apagar todas as mensagens que recebia dele, asim como bloquear e apagar o whatsapp de sua filha. A única mensagem que restou foi a deste homem com a fotografia de um policial.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click