Redação

Está na hora de juntar os amigos para garantir os passaportes para a 32ª Südoktoberfest! Os passaportes começarão a ser vendidos nesta quarta-feira (11) na Adoleta Moda Kids, Monjuá e Abastecedora Kunkel. O primeiro lote tem preço promocional, R$60, e dá direito a livre acesso à festa nos dias 11, 12 e 13 de outubro*!

* Na quinta-feira (10/10), a entrada será permitida apenas para quem adquirir ingressos para o jantar de abertura. As atividades do dia 7 ao dia 9 são gratuitas, não necessitando compra de ingresso. Os ingressos para o Baile do Conviver Südoktoberfest (6) são adquiridos na bilheteria do baile, no CTG Sepé Tiarajú.

Geladoteca: alimente sua mente! - Projeto desenvolvido pela professora Alessandra Jaeger, apaixonada pelo ofício e pelo universo da leitura, que se dedica a formar cidadãos e leitores por meio de projetos criativos e inovadores. A iniciativa consiste em colocar uma geladeira adesivada em um lugar estratégico da cidade, com livros dentro, estimulando assim a leitura e troca de livros. Logo estaremos divulgando o local que a Geladoteca ficará!

A professora desenvolve também o projeto “Malala: a educação é a única solução!, este projeto tem como objetivo principal estimular a consciência dos alunos e famílias com relação aos problemas que as mulheres enfrentam no Brasil e no mundo ao longo da história bem como trazer ao debate o quanto elas já colaboraram para o desenvolvimento de uma sociedade melhor. Como base para debates e pesquisa está sendo utilizado o livro “Malala: a menina que queria ir para a escola” a fim de que as crianças percebam como se dá a interação e participação das mulheres em outras culturas que não a nossa e a dificuldade de acesso a direitos básicos como a educação. A turma 151 lancou um blog onde

publicam semanalmente relatos de mulheres, escolhidas pelas crianças, que assim como Malala, têm uma linda história a contar e por isso se destacam de alguma forma em nossa cidade

O jornal da capital do estado "Jornal do Comércio' publicou nesta segunda-feira (9) uma matéria sobre atrações turística de São Lourenço do sul, focando na Fazenda do Sobrado, passeios de escuna e projeto "Do Violino à Estancia". A reportagem repercutiu positivamente para a divulgação do turismo em SLS. Confira na íntegra a matéria feita por Adriana Lampert.

 

Um sobrado branco com janelas bordô, que - entre outras características peculiares - possui uma seteira (fenda para vigia) virada para o porto, está na lista das principais atrações turísticas de São Lourenço do Sul. Palco de uma das histórias mais emblemáticas do Estado, a Fazenda do Sobrado - que, hoje, funciona como casa de eventos e hospedaria - foi quartel-general de Bento Gonçalves durante a Guerra dos Farrapos. O local também abrigou Giuseppe Garibaldi, que ali se resguardou da Armada Imperial brasileira. Construído em 1790, o casarão abriga móveis autênticos e objetos de época, possibilitando aos visitantes uma viagem no tempo.
Antiga propriedade de Ana Joaquina Gonçalves da Silva (irmã do militar), o sobrado está situado a um quilômetro do Centro da cidade, em uma área de 300 hectares de terra ocupada em sua maior parte por plantações de soja e arroz. Adquirido pela família Serpa em 1965, ficou conhecido em todo o País por ser reproduzido nos estúdios da Rede Globo para a minissérie A Casa das Sete Mulheres. "Não chegaram a realizar gravações no local, o que fizeram foi uma réplica da casa", explica Eduardo Serpa, sócio-proprietário. "Foi neste casarão também que ocorreram as reuniões de mulheres durante o período da Revolução Farroupilha", relata.
Segundo historiadores, antes de partir para o campo de batalha, em meados de 1835, Bento Gonçalves (um dos principais líderes da guerra) mandou tirar mulheres e crianças de sua família do epicentro do conflito e as enviou para o interior da província. Na então denominada Estância da Barra, um local protegido e de difícil acesso, de propriedade de sua irmã Ana Joaquina, elas estariam a salvo e longe dos horrores da guerra. "E tem a história do marido de Don'Anna (como era chamada a proprietária da casa), José da Costa Santos, um português que foi o único sobrevivente de uma embarcação que vinha para o Brasil e naufragou, tendo se salvado porque se agarrou em uma imagem de São Lourenço", conta Serpa.
Todas essas histórias são relembradas por dona Ivany Wienke Serpa, de 81 anos, que, há, pelo menos, 10 anos, costuma vestir trajes de época para receber visitantes de diversos lugares do País. A atividade, inclusive, consta no calendário de turismo da cidade, observa o filho da proprietária da estância. "Além dos resgates cultural e histórico, a fazenda atrai muita gente pelas belas paisagens e pela possibilidade de vivenciar a lida campeira", comenta Serpa. Segundo o empreendedor, desde que foi implementada a visitação, o turismo se tornou a principal fonte de renda da família, que também cria gado e cavalos. Após o tour pelos cômodos do sobrado, os visitantes são convidados a conhecer a área externa da fazenda e navegar pela Lagoa dos Patos por uma hora e meia. A visitação é feita preferencialmente por grupos e custa R$ 20,00 por pessoa.
De acordo com Serpa, a procura é maior no verão. "Mas o movimento é intenso o ano todo. Neste mês, recebemos dois grupos de 40 pessoas cada." O sócio-proprietário do empreendimento destaca que motivos não faltam para voltar ao local, mesmo depois da primeira experiência. "Focamos o negócio para o segmento rural, oferecendo café campeiro para grupos e passeio a cavalo acompanhado de guia, em uma rota de seis quilômetros de campo aberto", comenta. Para quem preferir curtir mais da atmosfera do Sobrado, a casa - com 16 cômodos - possui cinco dormitórios para hóspedes, com uma cama de casal e duas de solteiro cada. O custo da diária com café da manhã incluso é de R$ 80,00 por pessoa.

Novo produto do empreendimento inclui passeio de escuna ao pôr do sol

Projeto Do Violino à Estância realiza passeio no arroio da cidade 

Rota de chegada e de partida de revolucionários gaúchos, as águas da Lagoa dos Patos inspiraram um projeto da turismóloga Fabiane Peters, proprietária da agência Novo Destino Viagens, em parceria com a Fazenda do Sobrado. Ao experimentar o passeio de barco pelo rio Danúbio em Budapeste (Hungria), Fabiane decidiu criar um produto para São Lourenço do Sul e propôs a parceria à família Serpa.

Desde que foi implementado, em janeiro deste ano, o passeio tem sido "um sucesso", garante o sócio-proprietário do empreendimento, Eduardo Serpa. O roteiro começa na praia, dentro da escuna Vento Negro, onde um músico profissional toca violino durante todo o trajeto, realizado no horário do pôr do sol. "Depois do passeio de 50 minutos às margens do arroio São Lourenço, o grupo desce e caminha 500 metros até a fazenda, onde a proprietária, Ivany Wienke Serpa, conta histórias da Revolução Farroupilha - para depois oferecer um jantar típico (feijoada, carreteiro, saladas, vinhos, cerveja, refrigerante e água) com dança e música gaúcha executada por um gaiteiro e um violeiro", resume a turismóloga. O valor por pessoa é de 
R$ 165,00 - com tudo incluso.

De acordo com Fabiane, pelo menos 2 mil pessoas já realizaram o passeio, denominado Do Violino à Estância. As saídas ocorrem, em média, uma vez ao mês, com grupos de, no mínimo, 12 e, no máximo, 80 pessoas. "Toda a atividade dura em torno de quatro horas, e oferecemos, ainda, o transporte para levar os turistas até o local onde estão hospedados - nesse caso, o trajeto é feito dentro de um ônibus da década de 1970."

Dj Nathali Neumann (foto), de Venâncio Aires, foi atração no último sábado (dia 7) no Salão KUNDE. Também o Dj e Produtor Gabriel do Borel, direto do Rio de Janeiro animou a festa, assim como Dj Maurinho, de Lajeado, Dj Maicon Soares e Dj Adriano Bergmann. A sonorização e efeitos especiais estiveram por conta da equipe Stylos Som. 

Conforme informações obtidas junto ao Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura Familiar, VALNEI BROSE, “neste ano São Lourenço do Sul recebeu 2.800 sacos de milho pelo sistema troca-troca. No ano passado havia sido superior a 3.000 sacos. Com esse total serão atingidos mais de 2.000 produtores associados que pagarão a semente recebida até 30 de abril de 2020 à razão de R$ 118,00 o saco. Estão sendo distribuídas aos produtores 10 diferentes variedades de milho, destacando-se em quantidade a Santa Helena e LG Sementes”.

Sicredi consolida-se em primeiro lugar no RS em número de operações de crédito rural no Plano Safra 2018-2019

Em volume concedido, a instituição financeira cooperativa ocupa o 2º lugar

O Sicredi lidera, no Rio Grande do Sul, o ranking das instituições financeiras que mais realizaram operações de crédito rural no último ciclo do Plano Safra. As mais de 117 mil liberações de crédito representaram 38% do total registrado no Estado. Os dados são do Sistema de Operações de Crédito Rural e do Proagro (Sicor). Conforme o levantamento, em volume concedido, no RS, o Sicredi ocupou o segundo lugar, com 29% do valor liberado – superior a R$ 7 bilhões. Em âmbito nacional, o Sicredi foi a instituição financeira que mais realizou operações de repasse para a agricultura familiar com recursos do BNDES em 2018. “O número de operações de crédito rural e o volume concedido reforçam a missão do Sicredi de oferecer soluções financeiras para os associados, agregando renda, fortalecendo as comunidades e contribuindo para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul,” destaca o vice-presidente da Central Sicredi Sul/Sudeste, Márcio Port.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 Estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.700 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.

No Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, o Sicredi reúne mais de 2 milhões de associados. A cobertura no RS alcança 92% dos municípios e em SC, 31%, totalizando 721 pontos de atendimento. Presente no campo e na cidade, o Sicredi contabilizou, até julho de 2019, mais de R$ 60 bilhões em Ativos Administrados nos dois estados. Quando todos fazem juntos, é possível realizar os sonhos de cada um por meio do esforço coletivo. Isso é o cooperativismo.

O JOVEM lourenciano identificado como Fábio, de 18 anos, morreu e um policial militar do 4º BPM foi baleado no joelho após uma tentativa de roubo de veículo no fim da noite do último sábado (7) na Av. Bento Gonçalves, em frente ao Altar da Pátria, em Pelotas.
Conforme o registro policial realizado na vizinha cidade, três assaltantes, sendo dois deles menores e um maior de idade (Fábio), teriam abordado um casal que estava em um Corsa estacionado no canteiro central da via pública, exigindo que as vítimas saíssem do carro. O trio exigiu que a mulher e o marido deixassem seus pertences dentro do automóvel. As vítimas saíram do veículo e quando foram pedir ajuda, a Brigada Militar já havia sido acionada por populares. 
Logo após, na rua Anchieta, policiais se depararam com o trio. Conforme a BM os jovens ao avistarem a viatura teriam atirado contra os policiais que revidaram, ocorrendo um confronto. Durante a abordagem da guarnição aos suspeitos do crime, Fábio teria reagido e sacado um revólver da cintura. O policial militar que fazia a retaguarda para dar segurança ao colega, percebeu que Fábio havia sacado a arma, tentando atirar, mas a arma falhou. O PM que fazia a abordagem acertou Fábio no peito. Ao cair Fábio atingiu o policial no joelho. A SAMU foi acionada porém o jovem lourenciano já estava morto.

Segundo o Comando do 4º BPM será instaurado um Inquérito Policial Militar para apurar a conduta do PM no princípio que “ele teria agido em legítima defesa”. A Polícia Civil instaurou um inquérito policial para apurar o crime de tentativa de roubo. Segundo informações recebidas pelo DP, a arma que estava com Fábio, bem como chaves e dinheiro foram apreendidos. Os dois menores não ofereceram resistência à abordagem, sendo encaminhados à DPPA. Os pertences das vítimas da tentativa de roubo foram encontrados no interior do Parque Dom Antônio Zattera. (Fonte: Diário Popular, 09/09)

Os idosos que participam do Grupo de Terceira Idade Conviver, programa desenvolvido pela Prefeitura de São Lourenço do Sul, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação, tiveram neste domingo, dia 8 de setembro, uma grande confraternização. Eles participaram do Baile da Primavera, que ocorreu no CTG Sepé Tiarajú. Durante o baile, foi conhecida a nova Rainha da Primavera, Clara Maria Braga, de 68 anos. Clara agora faz parte da Corte do Conviver, composta pelo Rei Edgar Vieira, Rainha Loiva dos Santos, 1ª Princesa Síria Souza, 2ª Princesa Clara Beil, Madrinha Santa da Silva e Miss Simpatia Ana da Rosa. O prefeito Rudinei Härter participou do evento, destacando em seu discurso a importância de manter uma vida ativa, afinal, a terceira idade é a melhor fase da vida.

 

O deputado estadual Zé Nunes (PT), participou na quinta-feira (5), da cerimônia de assinatura de início das obras de ampliação do abastecimento de água na Vila Coqueiro, em São Lourenço do Sul.

Para ele, a mobilização da comunidade, desde a época em que era prefeito de São Lourenço do Sul, e depois na gestão do então prefeito Daniel Raupp, na renovação da concessão do sistema de água e esgoto em São Lourenço do Sul, em 2013, foi determinante para o resultado desta luta, que comemoramos hoje. “Nos últimos anos, temos feito um trabalho de monitoramento junto à Corsan, criamos comissão de moradores e realizamos diversas reuniões para tratar o tema”, lembrou.


Estão previstos a execução de adutora de água tratada, reservatório elevado DE 100 metros cúbicos e redes de distribuição para os Distritos Industrial e Coqueiro. Os recursos estimados estão na ordem e R$ 3,8 milhões.

Assessoria de Imprensa Deputado Zé Nunes

No último domingo, dia 8 de setembro,  aconteceu PRIMEIRO ENCONTRO PRIMOS BORK, que foram recepcionados no sitio de Líria e José Miritz, na localidade do Boqueirão.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click