Redação

Sexta, 14 Outubro 2016 19:59

David Baini 16-10-16

É uma vergonha: dobrou o número de brigadianos assassinados
* O DIÁRIO GAÚCHO da última quarta-feira noticiou na capa que dobrou o número de brigadianos assassinados na Grande Porto Alegre entre os anos de 2015 e 2016. Foram oito casos neste ano contra quatro no ano passado. A maioria das ocorrências foi em latrocínios (matar para roubar). Fica a pergunta: quando a bandidagem vai parar de matar que está buscando segurança para nossas famílias.


Abaixo-Assinado na praia contra a ciclovia
* COMERCIANTES e moradores da praia estão aguardando a mudança de governo para encaminhar um abaixo-assinado para a próxima administração, pedindo a retirada da ciclovia, das Cabanas até o Restaurante Casa Nostra. Alegam que assim como está, é impossível estacionar-se dos dois lados, tendo em vista o perigo no trânsito dos veículos. Também justificam que a ciclovia além de não possuir início nem fim, é muito pouco utilizada pelos ciclistas, sugerem que a ciclovia seja transferida para a parte interna do calçamento.


Análise da Südoktoberfest
* Em 1º lugar, os cumprimentos aos Grupos de Danças Alemãs Sonnenschein, liderados por EDNA e FABIANO BOSENBECKER e a todos que estiveram envolvidos na 29ª Edição da Südoktoberfest, a qual novamente superou as expectativas, renovando a vontade do Grupo na perpetuação das origens alemãs.
* O local central (Esporte Clube São Lourenço), foi certamente, o ponto positivo que atraiu o grande público nos três dias do evento.
* As ótimas Bandas contratadas, resultaram em bailes muito animados até o amanhecer, com grande alegria.
* Muitos jovens uniram-se em grupos e trajaram-se tipicamente, enriquecendo a festa.
* A comida típica: o jantar de abertura, na sexta-feira, preparado por um grupo de mulheres da colônia, o café colonial, organizado com o apoio das mães das crianças dos Grupos, e a venda avulsa, como o "rievelsback", bolinho de batata, sempre com filas enormes, foram outra atração da festa.
* As várias apresentações de Danças germânicas, com a visita de 15 Grupos de outras cidades, havendo uma integração de grupos e troca de experiências.
* Vários Jogos de origem alemã na parte externa do Clube e brinquedos no Espaço kids ampliaram as atrações para o público.
* O desfile de rua foi novamente o ponto alto da festa. Desta vez, realizou-se a partir das 13:30 h, um horário que alguns não aprovaram, tendo em vista a proximidade do horário pós-almoço, e também ao forte sol.
* Quem sabe, na 30ª Edição da SUDOKTOBERFEST, o evento se realize na nova sede própira, antiga Sociedade Sete de Setembro, local onde nasceu a festa, com a Professora Sonei Heiden.
* Um sonho a ser realizado pelo diversos Grupos de Danças Alemãs Sonnenschein, pois está comprovado que a festa está em evolução constante, resgatando a cultura alemã e perpetuando os costumes.
* PARABÉNS e força e garra para a 30a SUDOKTOBERFEST!


O Prefeito de Pelotas
* ENCONTREI o Prefeito de Pelotas EDUARDO LEITE que, competente, elegeu Prefeita sua Vice, a meia lourenciana PAULA MASCARENHAS (cuja família possui propriedade rural em nosso município) na solenidade do cinquentário do Curi Hotel, quinta-feira última na Biblioteca Municipal Pelotense. Questionei-lhe o que fará a partir do dia 1º de janeiro do próximo ano. Ele informou que irá para Nova Iorque fazer um curso de seis meses em Gestão Pública. Após, a sua pretensão política poderá ser a Câmara Federal. Um bom candidato para a Zona Sul.

Sexta, 30 Setembro 2016 09:33

David Baini 29-09-16

Receitas e despesas dos candidatos a Prefeito
* O TRE fixou em R$ 165.229,53 mil o limite para despesas de cada candidato a Prefeito em São Lourenço do Sul. Nas receitas, o candidato Rudinei Harter apurou R$ 49.663,35, sendo R$ 48 mil de recursos financeiros próprios e R$ 1.663,35 de recursos estimáveis do partido. Já DANIEL RAUPP possui uma receita de R$ 52.501,00, sendo R$ 56,00 de recursos próprios e o restante com dezenas de doações de terceiros. Mais detalhes através do site www.tse.jus.br.


Safra de fumo poderá crescer até 36% neste ano
* o fraco desempenho da indústria fumageira gaúcha no último semestre causado pela falta de matéria prima, não deverá se repetir no próximo ano. Salvo se ocorrer uma surpresa climática. Na safra passada, o fumo sofreu uma queda de 14,4% na produtividade provocada pelo el niño. A safra 2015-2016 chegou apenas a 525 mil toneladas. Agora, sem a presença do el niño, a perspectiva da Afubra para a safra 2016-2017 é de que o volume de tabaco chegue a 716,4 mil toneladas. Se for confirmada, essa será uma colheita 36,4% superior. Também a área cultivada deverá crescer nos três estados do sul em 10,1% chegando a 298 mil hectares.


Atenção para a importante Portaria da Justiça Eleitoral
* PARA QUEM não leu a Portaria baixada pelo Juiz Eleitoral Dr. Cleber Pires que está à Página I do encarte das eleições, esta coluna reproduz o texto que alerta os eleitores:
“1) Fica proibido o uso de aparelhos de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras ou qualquer equipamento eletrônico com câmera, pelos eleitores, no interior das seções eleitorais, cabendo ao secretário da seção, ou o mesário que o represente, determinar que eleitor portador de referido equipamento desligue-o antes de acessar a seção eleitoral, assim o mantendo enquanto permanecer no recinto para o exercício do voto junto à urna eletrônica, sendo que, na hipótese de negativa, pelo eleitor, de cumprimento da ordem, não lhe será permitida sua habilitação para o exercício do voto, e competirá ao presidente registrar a ocorrência em ata.
2) Caracteriza atuação como boca-de-urna o estacionamento, a menos de 100 metros do local de votação, de veículos que contenham propaganda eleitoral afixada em suas carrocerias por tempo superior ao necessário para o exercício do voto na seção eleitoral do motorista ou de qualquer de seus ocupantes. Eventual irregularidade deverá ser comunicada por qualquer um dos mesários, administradores de prédio, fiscais de partido ou coligação ou eleitor diretamente à Brigada Militar, que tomará as medidas legais adequadas.
3) O eleitor poderá fazer-se acompanhar por criança de até seis anos incompletos até a cabine de votação, vedada a possibilidade de o infante digitar o voto.
4) Salvo a exceção prevista no item anterior, fica proibido o acompanhamento de pessoas a eleitores dentro da cabine eleitoral após a liberação para o voto efetuada pelo presidente da seção, salvo na hipótese de eleitores portadores de necessidades especiais incompatíveis com o devido manuseio da urna eletrônica. Nessa hipótese, o presidente da seção deverá autorizar o acompanhante mediante a prévia comprovação de que se trata de pessoa com vínculo parental ou de confiança do eleitor, autorizado o acompanhante, nos casos em que for impraticável a digitação do voto, fazê-lo em nome e na presença do eleitor na cabine de votação. Para a aceitação do acompanhante, bastará a simples declaração do eleitor de que se trata de pessoa de sua confiança ou parente próximo, competindo o devido registro do fato em ata pelo presidente, nominando o eleitor, o acompanhante e o vínculo parental ou de confiança.
5) É vedado o consumo de cigarros e assemelhados no interior dos locais de votação.
6) O mesário, obrigatoriamente, deverá exigir do eleitor, para liberação da urna eletrônica para o voto, a apresentação de documento oficial com fotografia, conforme disposto no art. 46, §3º, da Resolução TSE nº 23.456/2015.
7) Os presidente das seções e, na sua falta, os seus substitutos, são os responsáveis pelo cumprimento das ordens emanadas nesta Portaria”.

Sexta, 16 Setembro 2016 09:01

David Baini 15-09-16

Polícia Civil prendeu perigoso assaltante
* RECEBENDO seus salários vergonhosamente de forma parcelada pelo Governo do Estado, os Policiais Civis de São Lourenço do Sul não se encolhem. Em pleno domingo, dia de repouso, foram até Santa Tereza (localidade há quase uma hora de viagem da cidade) e conseguiram prender um foragido da Justiça, condenado por latrocínio em 2011 (cinco anos atrás) por haver matado a tiros um policial civil em Cachoeira do Sul. Esta coluna faz o registro, elogiando os cinco policiais civis, comandados pelo Delegado EDSON RAMALHO que, com o objetivo único de prestar segurança à população, abandonaram o descanso e foram à luta, prendendo o perigoso elemento. Falei para um amigo que “o Governador Sartori precisa saber desses fatos”. Ele retrucou: “E aí? Achas que ele vai dar bola ou ao menos mandar uma mensagem de reconhecimento?” É verdade!


Mais um pedágio
* O AMIGO leitor pode preparar o bolso: o Governo Federal anunciou num “pacote” que abrirá concessão, entre outras, para a rodovia BR 116 no trecho Eldorado Camaquã. Isso significa que, COM CERTEZA, os motoristas que trafegarem por este trecho a partir do próximo ano, voltarão a encarar o pedágio retirado em Guaíba há dois anos atrás pelo Governo Tarso Genro. Só se paga impostos. Não para nunca.
O povo quer saber
* QUANDO será reiniciado o asfaltamento da 2ª via da Av. Nonô Centeno?


A segurança em São Lourenço do Sul
* POR QUE em Porto Alegre e na maioria das cidades do Estado a insegurança é uma constante, abreviando vidas e tumultuando as pessoas? Serão as drogas? Lá, como aqui, temos muita. Na minha modesta opinião, o que temos em São Lourenço do Sul na verdade é uma Brigada Militar, Polícia Civil, Ministério Público, Poder Judiciário, Defensoria Pública, Conselho Tutelar, Polícia Rodoviária Estadual e Federal, e a comunidade lourenciana atuantes e entrosados. Lendo na última semana os números da Brigada Militar fiquei perplexo com os números do 1º semestre em nosso município.


238 prisões no 1º semestre
* SE VOCÊ AINDA não leu, e se leu, leia de novo: durante o primeiro semestre de 2016 foram abordadas pela Brigada Militar de São Lourenço do Sul 12.180 pessoas! Foram fiscalizados 6562 veículos, autuados 360 veículos, 129 veículos foram recolhidos, 42 CNH apreendidas, 582 Autos de Infração de Trânsito foram lavrados, realizadas 485 barreiras de fiscalização de trânsito, realizados 222 testes de alcoolemia, atendidas 93 ocorrências de acidente de trânsito, houveram 558 fiscalizações em bares e 273 em casas noturnas, 21 máquinas caça níqueis foram apreendidas, 1808 Boletins de Atendimento confeccionados, 217 ocorrências registradas, 61 Termos Circunstanciados foram lavrados e encaminhados ao Poder Judiciário. Foram realizadas 238 prisões, 163 apreensões e 06 armas de fogo foram recolhidas. (Dados atualizados até o dia 16/08/2016). É preciso escrever mais?

 

BuRRocracia fétida e burra
* UMA FOSSA localizada à rua Pio Ferreira, em prédio acima do jornal O LOURENCIANO (na ladeira) está jorrando material fétido para a calçada. Solicitada a atenção da moradora, a mesma declarou que não é de sua alçada a solução, mas sim do proprietário do prédio. Profundamente incomodados com o material que escorre na calçada e seu fedor, nossa redação contatou com a Vigilância Sanitária. Fomos informados que, em primeiro lugar, deveria ser aberto um protocolo no prédio central da Prefeitura. Só depois é que seria realizada uma vistoria no local para providenciar na solução do problema. Enquanto isso a saúde pública fica ameaça com o chorume que é despejado vergonhosamente em via pública. É UMA V-E-R-G-O-N-H-A!
Burrocracia II
* NÃO SEI quem inventou essa burrocracia. Mas, com certeza, o próximo Prefeito deverá eliminar radicalmente esse procedimento, tornando-o mais ágil. Quando escrevia essas linhas, recebi a visita do supervisor FLÁVIO e do funcionário ALBINO, ambos da Vigilância Sanitária, ontem às 14 h. Já haviam contatado com a moradora e estariam notificando a imobiliária e o proprietário de que a multa inicial é de R$ 2 mil, exigindo uma solução urgente. Ainda bem. Parabéns à eficiência da Vigilância Sanitária.
Reclamação contra a ciclovia
* LEITOR C. D. P.  procurou este jornalista na última 3ª feira para dizer que a ciclovia da praia, na Av. Getúlio Vargas “está uma vergonha” pois ninguém sabe onde inicia nem onde termina. Só se sabe onde incomoda Se fosse apenas isso, tudo bem. O problema é que agora, nem começou o verão, quando o fluxo de carros aumenta, e já é impossível dois veículos se cruzarem onde existem outros carros estacionados pelos dois lados. Na verdade, segundo me informaram, a ciclovia da Av. Getúlio Vargas deveria ter sido construída pelo lado de dentro da praia, mas não foi. Outra coisa: para quê aqueles “tijolões” amarelos delimitando a ciclovia quando apenas poderiam ter sido utilizados os chamados olhos de gato? Teriam sido muito mais econômicos e não provocariam perigo no trânsito. Acho que o próximo Prefeito deveria repensar.
Quarta, 24 Agosto 2016 16:30

David Baini 25-08-16

Comunicação - David Baini
Isso pode interessar a você
* TENHO RECEBIDO muitos questionamentos de leitores ao longo deste mês de Agosto. Na última segunda-feira (dia 22) conversei com a Secretária da SEPLAMA, a qual me esclareceu alguns aspectos: 
 
CENTRO DE CONVENÇÕES 
* Segundo a secretária municipal de Planejamento e Meio Ambiente Andréa Citrini, o Centro de Convenções está com as obras em ritmo lento pois a empresa contratada para execução das obras concedeu férias para alguns funcionários. O motivo é que o Governo Federal está em atraso com os repasses de recursos necessários para continuar as obras. Espera-se que, em breve, os valores cheguem até os cofres da Prefeitura. A PROPÓSITO: conversei com o Secretário de Turismo MATEUS LUCAS, questionando se aquela pasta já estava realizando alguns contatos para oferecer o Centro de Convenções. Sabe-se que normalmente os eventos são planejados com muita antecedência. Assim, é importante divulgar-se que nosso Centro de Convenções estará habilitado a sediar os eventos. Respondeu-me ele que já foi procurado por uma empresa de Pelotas que desejava realizar aqui um grande evento regional, ao invés de levá-lo até Gramado, onde os custos são mais elevados. Também, conforme ele, já estão sendo feitos alguns contatos com outras empresas da região, divulgando o Centro de Convenções. ACREDITO que, em breve, deverá ser confeccionado um folder motivacional para vendermos a realização de eventos em São Lourenço do Sul. Os hotéis, restaurantes, postos de combustíveis e comércio em geral, necessitam MUITO de um turismo de inverno forte. No verão, não temos problemas. Porém, no inverno, as empresas ficam todas no vermelho com o baixo turismo no período de maio a novembro.
 
ASFALTAMENTO DA AV. CEL. NONÔ CENTENO
* “HÁ VÁRIOS DIAS A obra de asfaltamento da Av. Cel. Nonô Centeno está paralisada. Várias pessoas têm questionado o motivo. A Secretária ANDRÉIA CITRINI assim se manifestou: inicialmente ocorreu a falta de matéria-prima dos insumos de petróleo no mercado. O Município notificou a empresa responsável pela execução das obras para que retome o serviço”. TOMARA que a Petrobras retorne a liberação da matéria-prima possibilitando a conclusão imediata da obra.
 
DRENAGEM NO BAIRRO NOVA ESPERANÇA
* “As obras estão seguindo o cronograma normalmente. Por ser uma via estreita e por possuir várias habitações no local, a empresa precisa escavar com cuidado para não danificar o encanamento do abastecimento de água.
 
GINÁSIO MUNICIPAL DE ESPORTES
* “O Município aprovou junto ao Corpo de Bombeiros o Plano de Proteção e Prevenção Contra Incêndios (PPCI). Neste, estão previstas adequações na construção, em especial referentes às saídas de emergência. A Seplama elaborou o projeto, que encontra-se em estudo financeiro para execução das obras e aquisição de equipamentos de proteção. Opinião deste colunista: QUATRO ANOS com o ginásio municipal fechado é um desperdício e mais que isso, o impedimento de sua utilização pela população. ESPERA-SE que muito em breve (muito em breve mesmo) nosso antigo ginásio seja reaberto à comunidade.
 
Inspiração nacional
* DA AMIGA E DESEMBARGADORA Federal do Trabalho aposentada, Dra. CARMEM  CAMINO, recebi no último domingo à noite, na hora do encerramento das Olimpíadas no Rio, um whatsapp que me deixou pensativo, tamanha a inspiração nacionalista da mensagem: “Vamos recolher esse espírito de superação e dar a volta por cima. Nós merecemos e nós PODEMOS. O Brasil é muito melhor do que essa classe política que nos sufoca. Temos poder. Vamos votar em gente decente. Sejamos extremamente rigorosos na escolha do Voto, apesar da colher de chá dada aos fichas sujas pelo Supremo! Carmem Camino.
 
6 impugnações eleitorais
* SEGUNDO informações obtidas junto ao Chefe do Cartório Eleitoral ALEXANDRE GEISLER, até o dia de ontem foram apresentadas seis impugnações à candidaturas: 3 contra candidatos a vereador do PTB e uma contra o candidato a vice-Prefeito do PTB-PT, pelo Ministério Público.
UMA quinta impugnação contra candidato a vereador do PMDB, a qual não foi aceita pelo Juiz Eleitoral. E a sexta contra candidato a Vereador do PDT. As duas últimas encaminhadas pelo PT. Amanhã (6a feira) inicia o horário eleitoral. 
 
Perguntar não ofende
* POR QUE é que as obras na Av. Sony Corrêa andam a passo de tartaruga? Forte indignação!
Sexta, 19 Agosto 2016 13:51

David Baini 18-08-16

O que é proibido nestas eleições municipais
* A LEGISLAÇÃO em vigor passou a proibir inúmeras atitudes para os candidatos. Sintetizando, esta coluna apresenta algumas delas para conhecimento geral:
É proibido:
Doar, oferecer, prometer ou entregar qualquer bem ou vantagem pessoal, inclusive emprego ou função pública, com o objetivo de conseguir voto. // Usar materiais ou imóveis pertencentes à União, estados, Distrito Federal, territórios ou municípios para beneficiar campanha de candidato ou partido (exceções: realização de convenção partidária, utilização de carro oficial pelo presidente da República – com ressarcimento posterior pelo partido/coligação, utilização de residências oficiais para atos não-públicos). // Usar materiais ou serviços, custeados pelo governo, que não sejam para finalidade prevista nas normas dos órgãos a que pertençam. // Utilizar servidor ou empregado do governo, de qualquer esfera, para trabalhar em comitês de campanha durante o expediente, exceto se o funcionário estiver licenciado. // Fazer propaganda para candidato com distribuição gratuita de bens ou serviços custeados pelo poder público. // Gastar, em ano eleitoral, em publicidade de órgãos públicos, mais do que a média dos anos anteriores ou mais do que o total do ano anterior. // Na publicidade governamental, ter nomes, fotos ou símbolos de promoção pessoal de autoridade ou servidor público.
É proibido na propaganda eleitoral:
Usar símbolos semelhantes aos governamentais. // Divulgar mentiras sobre candidatos ou partidos para influenciar o eleitor. // Ofender outra pessoa durante a propaganda eleitoral, exceto se for após provocação ou em resposta à ofensa imediatamente anterior. // Agredir fisicamente qualquer concorrente. // Alterar, danificar ou impedir propagandas realizadas dentro da lei. // Utilizar organização comercial, prêmios e sorteios para propaganda. // Fazer propaganda em língua estrangeira. // Participar de atividades partidárias quem não estiver com seus direitos políticos liberados. // Utilizar em propaganda criação intelectual sem a autorização do autor. // Realizar showmício. // Divulgar propaganda eleitoral em outdoors. // Distribuir camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor.


Preços no Uruguai não estão vantajosos
* MESMO com o dólar a R$ 3,20 (depois de haver chegado a R$ 4,00) ainda não vale a pena comprar no Uruguai como antigamente. Para exemplificar, uma amigo meu adquiriu dois pneus Goodyear 16 em nossa cidade ao valor de R$ 700,00 em quatro vezes sem juros. Em Rio Branco, os mesmos pneus custam R$ 840,00 em apenas 3 vezes no cartão de crédito e ainda pagando 6% de IOF. Falta muito ain

Sábado, 16 Julho 2016 09:54

David Baini 14-07-16

Precisamos resolver urgente
* APÓS MAIS de cinco anos da lamentável enxurrada do dia 10 de março de 2011, que tirou vidas e destruiu patrimônios da comunidade lourenciana, devemos priorizar a solução definitiva do problema de enchentes do Arroio São Lourenço. Seja desassoreando, criando bacias de contenção ou canal extravasor. Segundo a matéria que pode ser lida nesta página, ao lado da coluna, “Conforme a Secretária Municipal de Planejamento e Meio Ambiente Andréa Citrini, o município já possui R$ 3 milhões de crédito pré-aprovado junto ao Badesul para realizar o desassoreamento. O relatório da batimetria realizada pela Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) no rio São Lourenço em maio apontou um volume de mais de 52 mil metros cúbicos de material a ser retirado”. Se o desassoreamento for meia solução urgente, que a façamos. Do jeito que está não pode ficar mais. A cada chuva mais forte a comunidade já entra em pânico com medo da enchente. O tempo é curto e algo necessita ser feito urgentemente! Ainda pelo atual governo.
Turismo lourenciano
* O mapa do turismo do Rio Grande do Sul mudou. O estado reduziu de 467 para 294 o número de municípios participantes de suas 27 regiões turísticas. O levantamento foi divulgado pelo Ministério do Turismo, em Brasília. Em todo o país, foram identificados 2.175 municípios em 291 regiões turísticas. CATEGORIZAÇÃO DO NOVO MAPA DO TURISMO – Os 294 municípios do Rio Grande do Sul presentes no Mapa do Turismo se dividem em 5 categorias, de acordo com a Categorização dos municípios das Regiões Turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro. O instrumento, elaborado pelo MTur, identifica o desempenho da economia do turismo para tornar mais fácil a identificação e apoio a cada um. São Lourenço do Sul aparece na Região da Costa Doce, porém não é especificada a categoria A, B, C, D ou E. Por enquanto, para o turismo lourenciano não muda nada. Deverá mudar a partir do momento em que for inaugurado o Centro de Conveções, possibilitando a promoção de eventos, atraindo turistas e recursos dos visitantes. É o que todos nós esperamos há vários anos.
Contraponto
* Do Advogado Darcy Fernando Brum, especialista em Política e em Direito Público, recebi um e-mail esclarecendo e contestando alguns pontos relativos ao benefício do INSS aos presidiários publicados na última edição pela reprodução do whatsapp recebido pela coluna. Como sua missiva é extensa, inviável de reproduzí-la na íntegra, torno pública a parte que contrapõem a matéria reproduzida do whatsapp recebido da leitora A. S.: “A Portaria Interministerial MPS/MF nº 02 de 06/01/2012, reprisando as anteriores, definiu que baixa renda é o valor igual ou inferior a R$ 915,05 (o valor atual é de R$ 1.212,64). Quer dizer, apenas os dependentes de preso filiado à Previdência Social, cujo salário for igual ou menor do que R$ 1.212,64, à época da prisão, podem vir a receber Auxílio Reclusão. Este benefício tem a mesma natureza do Benefício de Pensão por Morte. Não é verdade que cada filho do segurado preso receba R$ 1.212,64. O valor mensal tem cálculo com base na média de 80% dos maiores salários de contribuição do segurado, pagos desde 1994. O benefício corresponderá a 50% do valor da média calculada, mais 10% dessa média por dependente, não podendo ser inferior a um salário mínimo. Mas, havendo mais de um dependente com direito ao Auxílio, o benefício será dividido entre eles, podendo ser inferior a um salário mínimo para cada dependente. Logo, não se trata de assistência, mas de pagamento de um seguro social. Tal benefício não premia o criminoso, mas protege a sua família. Entende-se, inclusive, que é devido à família do segurado preso por falta de pagamento de pensão alimentícia. Darcy Fernando Brum – advogado (especialista em Política e em Direito Público)
A greve no Detran
* A GREVE no Detran, conforme a Diretora do CFC Real de São Lourenço do Sul, JANE BALREIRA, afetou em nossa cidade a realização de provas práticas e teóricas para novas CNH’s. Nesta semana, deixaram de ser realizadas 20 provas teóricas e 40 práticas. Essas aulas, agora para serem realizadas, deverão esperar o fim da greve do Detran. Conforme a Sra. JANE, os demais serviços do CFC Real estão normais. Todos esperam que a greve encerre na próxima semana.

Sugestões da Bauernfest para a Südoktoberfest
Neste final de semana, tive a oportunidade de conhecer A BAUERNFEST, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, em sua 27° Edição. É muito parecida com a nossa Südoktoberfest. Algumas coisas melhores e outras piores. A festa deles é pública, a prefeitura de lá é quem realiza. A nossa, é particular, promovida pelo grupo de dança Sonnenchein. Lá, o público não paga ingresso para participar da festa. Aqui, se paga. Em São Lourenço, a festa é muito mais alegre com várias bandas germânicas animando o público. Lá consegui apenas assistir corais cantando músicas clássicas ou não germânicas.
O que podemos copiar de Petrópolis? Copiar bons exemplos não é crime. Pelo contrário, é saudável. Por exemplo, vi charretes decoradas com flores que fazem passeios para o público. Cobram R$ 60,00 para vinte minutos pela cidade com cinco passageiros. Na parte gastronômica, chamou-me a atenção a salsicha bock vermelha ou branca, assada, ao valor de R$5,00. Vendiam mais salsicha que chopp. Várias tendas da cidade comercializavam os mais variados tipos de artesanatos, doces e gastronomia alemã. A cidade, que possui 300.000 habitantes, nos dez dias da festa recebe mais de 300.000 visitantes. Nesse período, os hoteis ficam literalmente lotados. O que, infelizmente, não acontece aqui. SUGIRO que se inicie uma campanha forte na mídia divulgando desde já a nossa Südoktoberfest. Através de sites, jornais, rádios e revistas, não apenas de São Lourenço do Sul mas principalmente de toda a região (Pelotas, Rio Grande, Camaquã, Jaguarão, etc). O objetivo é atrair o máximo de turistas de outros municípios para nossa cidade. Precisamos lotar também os hotéis e restaurantes. Automaticamente toda cidade se movimentará com os turistas, fazendo crescer as vendas nos postos de combustíveis, nas lojas, bares, etc.
São apenas sugestões com o objetivo construtivo para termos uma festa cada vez maior e melhor. Acho, sinceramente, que um ponto fundamental e urgente é a DIVULGAÇÃO do evento. Sugiro que seja realizada uma reunião nos próximos dias para debater-se minuciosamente qual o tipo de divulgação a ser realizada. Podemos e devemos ter centenas de turistas em nossa cidade, durante a Südoktoberfest. É o que São Lourenço espera!.

Críticas ao aumento na previdência do MEI
* A PROPOSTA de acabar com a renúncia fiscal, inclusive para o Microempreendedor Individual (MEI) consta no relatório do Senado e da Câmara está recebendo as mais fortes críticas em todo País. Ao voltar com alíquotas previdenciária para 11% (atualmente é 5%) provocaria efeito maléfico para a economia. Esse aumento, com certeza, vai empurrar o microempreendedor para a informalidade. Aumentar a alíquota significa, com certeza, o fechamento de pequenas empresas. São Lourenço do Sul possui, nada menos que 975 MEI’s registradas até o dia 28 de maio na Prefeitura Municipal. Temos quase mil MEI’s!
* É incrível a insaciável sede e fome de mais impostos dos Governos que se sucedem. Ninguém fala em reduzir despesas. Todos preferem ir direto para o aumento de impostos. Pobre povo brasileiro.


IPVA: amanhã é o último dia
* Proprietários de veículos têm até amanhã sexta-feira (dia 1º) para resolver a pendência com a receita e evitar a cobrança de multa. Os contribuintes que ainda não quitaram o IPVA de 2016 têm até o dia 1º de julho, para evitar a inscrição na Dívida da Fazenda Pública, o que significa multa moratória de 25% sobre o valor do imposto, correção pela taxa Selic, restrições de crédito e risco de protesto em cartório e processo de cobrança Judicial. Numa primeira etapa, a Receita Estadual lança em dívida ativa um lote com 210 mil veículos, que representam R$ 166 milhões. Este grupo reúne veículos mais novos, com valor do IPVA mais elevado. A expectativa de arrecadação total com o IPVA neste ano é de R$ 2,45 bilhões em todo Estado. BLITZE: O governo já vem intensificando as blitze para flagrar quem não pagou o IPVA 2016. As datas limites para circular com o documento de 2015 variam conforme a placa. Até quinta-feira, hoje, 30 de junho, veículos com placas de final 7 e 8 estão livres de autuação se portarem o licenciamento de 2015. Placas com final 9 e 0 podem circular até 31 de julho com o documento antigo. De 1 a 6 já não podem circular. Transitar sem o documento em dia significa infração gravíssima multa e guincho. Para quitar o documento, os motoristas podem entrar no site IPVA.RS.gov.br.

Segunda, 27 Junho 2016 10:58

David Baini 26-06-16

COMUNICAÇÃO
É muito difícil entender!
* ÀS VEZES penso, penso e não paro de pensar como foi que O LOURENCIANO passou cinco anos  “cochilando” sem fazer cobranças fortes à municipalidade quanto à solução dos problemas da enchente do Arroio São Lourenço. Do dia 10 de março de 2011, data em que aconteceu a maior catástrofe em nossa comunidade, provocada pelas águas do nosso arroio, até hoje (cinco anos depois) NADA de concreto temos para solucionar a questão. Agora, no mês passado, a SPH realizou a batimetria que irá permitir a dragagem do arroio. Porém, esta não será a solução do nosso problema. Soube, extraoficialmente, que a Prefeitura pretende realizar audiência pública para escutar a população, quanto à solução preferida: o braço valeteador que levaria as águas do arroio até a lagoa ou a implantação de bacias de contenção. Sinceramente, o sistema sugerido de escolha popular pode até ser democrático. Porém, entendo que nessa hora não entra democracia na parada. Entra sim, os aspectos de viabilidade técnica, custos e rapidez de implantação. Assim, me parece que são totalmente dispensáveis essas audiências públicas programadas. Quem tem que resolver qual melhor solução, são os profissionais e técnicos no assunto. Não poderemos passar mais cinco anos com novas e sucessivas enchentes, sonhando com a solução. Com os cinco anos esperados o Poder Público tem pouco tempo para resolver a questão.
 
 
Vá preparando sua carteira para mais dez pedágios
* NÃO POSSUINDO recursos próprios o Governo do Estado Sartori está próximo de lançar seu projeto para que a iniciativa privada invista recursos necessários na infraestrutura da rede rodoviária do Rio Grande do Sul. O pacote de concessões está quase pronto, com um substancial acréscimo na malha pedagiada. Segundo a imprensa da capital, serão PELO MÍNIMO mais dez pedágios! Vá preparando sua carteira. Viva o Rio Grande do Sul!
 
O mais importante no Centro de Eventos
* JÁ FORAM amplamente noticiadas no jornal O LOURENCIANO as obras de construção do Centro de Eventos que deverá ser a “salvação” do turismo de inverno em nosso município. As obras estão sendo implantadas rapidamente, pois recursos não faltam. O momento agora é de começar a pensar QUEM vai assumir o gerenciamento do Centro de Eventos. É certo que a municipalidade não será, conforme declarou o Prefeito DANIEL RAUPP, pois não possui estrutura para tal, devendo terceirizar. É óbvio que uma obra grandiosa como essa gera um forte compromisso ao poder público para movimentar nosso município com vários e sucessivos eventos, trazendo turistas, gerando empregos e renda. Essa será a fórmula para agilizar os negócios para a rede hoteleira, restaurantes, postos de combustíveis e outros comércios ligados ao turismo. Será inconcebível aguardar-se o fim das obras para iniciar-se a pensar no seu funcionamento. A hora é agora. Ou São Lourenço cresce turisticamente no inverno ou apaguem-se as luzes turísticas da cidade, de abril a novembro, e vamos todos embora.
 
Sinceramente...
* TENHO ESCUTADO várias pessoas “reclamarem” que “agora em ano eleitoral a Prefeitura inicia várias obras”. Sinceramente, quero dar minha opinião. Todos prefeitos do País que podem, fazem isso. Quando não faz, reclamam. Quando vai fazer reclamam também. A revitalização da Praça Central, o asfaltamento da 2ª pista da Av. Nonô Centeno, o asfaltamento na Vila Nova Esperança, a conclusão das obras da Proinfância Camponesa, a inauguração da creche Navegantes, a conclusão de pontes no interior do município, entre várias outras, são obras que temos que elogiar,  independente de ser período pré-eleitoral ou não. Pior, muito pior, se não houvesse nenhuma obra sendo iniciada ou concluída. Concordam?
Sexta, 17 Junho 2016 09:32

David Baini 16-06-16

Prepare seu bolso: vem mais pedágios por aí!
* O Governador SARTORI sancionou o projeto que autoriza o Poder Executivo a conceder serviços de exploração das rodovias e infraestrutura de transportes terrestres. O ato foi publicado no Diário Oficial de sexta-feira, dia 10. Será vencedora da licitação a concorrente que apresentar o menor valor de tarifa de pedágio. O reajuste das tarifas de pedágio será anual, refletindo apenas na inflação do período e será aprovado pela Agergs. Em resumo, o amigo leitor pode preparar seu bolso: muito em breve estarão sendo instaladas novas praças de pedágio. O que a Zona Sul espera é que Guaíba não seja novamente contemplada pois poucos quilômetros adiante, em Eldorado do Sul, a CONCEPA já está atuando com as duas mãos. Há apenas 8 km de Porto Alegre cobra nada menos que R$ 12,70. Não é um saque?
 
O turismo de inverno e o nosso Centro de Conveções
* AO VER-SE os hotéis e restaurantes vazios durante o inverno em São Lourenço do Sul, sente-se a urgente necessidade da inauguração do Centro de Convenções que está sendo construído na praia. Será ele quem poderá amenizar o vermelho nas contas dos empreendedores de turismo na Pérola da Lagoa. IMPORTANTÍSSIMO: é necessário que a Secretaria Municipal de Turismo vá planejando a licitação para contratação de uma empresa terceirizada que desenvolva o projeto de eventos em São Lourenço do Sul. O Prefeito DANIEL RAUPP relatou-me que a municipalidade não possui estrutura para realizar este trabalho. Então irá terceirizar. Acho corretíssimo pois a iniciativa privada é mais ágil e menos engessada, podendo render melhores resultados.
 
Tentativa de reativar a duplicação da BR 116
* O deputado estadual Zé Nunes (PT), que está liderando o movimento na Assembleia para que seja concluída a duplicação da BR 116 no trecho entre os municípios de Guaíba a Pelotas, está criando uma Frente Parlamentar em defesa desse objetivo. Esta coluna aplaude a iniciativa do Deputado José Nunes. Dói nos olhos e no bolso dos contribuintes as obras já realizadas na duplicação da BR 116 paralizadas, se autodestruindo com a chuva e o sol. São milhões de reais investidos naquela obra. Se todos permanecermos de braços cruzados, dentro de dez anos, quando pretenderem reiniciar os trabalhos de duplicação, haverá necessidade de iniciar-se tudo do zero. Parabéns Deputado José Nunes. 
 
A farra dos jatinhos
* “EM TEMPOS de austeridade, chamou a atenção, num dia só, o uso de três aviões da FAB  para os três “presidentes” da Câmara. O notório Eduardo Cunha (PMDB-RJ) requisitou um para voar ao Rio de Janeiro. O interino Waldir Maranhão (PP-MA) pediu um para ir ao Chile. O 2º Vice Fernando Giacobo (PR-PR), não ficou a pé; descolou um avião para ir ao Paraná passar o fim de semana”. (Espaço Vital - Jornal do Comércio - Dia 14/06/16)
 
É uma pouca vergonha: sem internet e sem telefone!
* AGORA SÃO 16:40 h de 4ª feira (15). São Lourenço do Sul e, segundo consta, toda a região, desde às 11 h estão sem internet e sem telefone fixo da Oi. As ligações através da Embratel estão sendo completadas. São Lourenço praticamente parou! É uma pouca vergonha! Não existe justificativa suficiente para diminuir a indignação da comunidade lourenciana. Atualmente, sem internet e sem telefone ninguém faz nada. A única alternativa é tomar dois calmantes e ir para casa, esperando que tudo volte ao normal. Allah Gbir (Deus é Grande, em árabe).
 
O lixo nosso de cada dia viaja 200 km até Candiota e custa R$ 100 mil por mês
* Talvez pouca gente saiba que o lixo orgânico de São Lourenço do Sul vai todo para ser depositado em Candiota, há mais de 200 km de nossa cidade, desde que foi desativado pela FEPAM o aterro sanitário local. A prefeitura paga por mês mais de R$ 100 mil para a empresa Meio Oeste (vencedora da licitação) para transportar todo esse lixo orgânico. Conforme o Secretário de Obras Amilton Neutzling, o entulho é coletado diariamente por 6 caminhões, com apoio de 4 homens a pé cada, e duas caçambas. Para o secretário, o maior problema não é o lixo orgânico, mas sim o entulho (móveis velhos, podas, materiais de construção etc...) Esta coluna faz questão de registrar que, ao contrário do que aconteceu no verão, quando os entulhos tomaram conta de toda cidade, provocando inúmeras reclamações, hoje o problema não existe naquela dimensão. Se vê pouco entulho pelas ruas da cidade, o que é elogiável. 
A propósito: são recolhidas na cidade, por semana, nada menos que 150 cargas de entulhos.  Outro aspecto a destacar é de que às segundas quartas e sextas-feiras a prefeitura recolhe os entulhos nas grandes empresas (supermercados, Japesca etc..). Na temporada de veraneio a produção de lixo orgânico na cidade duplica em função dos turistas que lotam a cidade. Assim, existe uma necessidade de que seja montada uma estrutura complementar para atender a necessidade.
 
É o fim da recessão?
* ECONOMISTAS apontam que a recessão está chegando a seu final. Segundo eles, as melhoras na economia nacional já são sentidas. O movimento de recuperação que parece se disseminar a partir de agora sinaliza para uma recuperação da economia. Para eles, desde o início do ano, em janeiro, a taxa de queda nas vendas vem caindo. Os ramos do comércio com maior dependência do crédito bancário ou parcelamento dos cartões de crédito são aqueles que apresentam as quedas mais expressivas de vendas. Por outro lado, as lojas que operam com crédito próprio ou concentram vendas à vista, apresentam resultados negativos menos intensos.
Sinal vermelho à noite 
* Os vereadores de Porto Alegre aprovaram, na tarde da última segunda-feira (dia 13) uma indicação ao governo municipal para não multar veículos que ultrapassem o sinal vermelho em baixa velocidade durante a noite, tendo em vista o elevado número de assaltos, envolvendo motoristas parados nos semáforos. FELIZMENTE São Lourenço do Sul não possui este problema, pois, além de não possuir nenhum semáforo, também não ocorrem assaltos a motoristas às noites, nas esquinas. Viva São Lourenço do Sul! Pouca gente reconhece ou se dá por conta, que vivemos num paraíso em termos de segurança pública, com baixos índices de roubos, assaltos, arrombamentos e outros crimes. Aqui ainda é seguro e tranqüilo de viver. Por enquanto?

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click