Quarta, 15 Maio 2019 18:42

Economia Solidária já realizou quase 500 atendimentos neste ano

Por

Fomento de negócios e geração de renda. Este é o trabalhado desenvolvido pelo Departamento de Economia Solidária que funciona junto a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio e já realizou quase 500 atendimentos em 2019.

Apenas de janeiro a abril deste ano, 488 pessoas foram atendidas no Departamento. De maio a dezembro de 2018, foram 904 atendimentos. São pescadoras, artesãos, agroindústrias e ambulantes, entre outros, que recebem auxílio para fortaleceram seus negócios e encontrarem a independência. Um exemplo é a artesã Antuanete dos Santos Ferreira, que é cadastrada no Departamento de Economia Solidária e se mostra agradecida pelo apoio recebido. Entre muitos elogios a equipe e ao atendimento que recebe, ela destaca a importância dos cursos oferecidos para capacitação. “Nos ensinam como fazer e como negociar. São pessoas que sempre pensam em nós, procuram sempre o melhor. Procuram cursos para nos aperfeiçoarmos, perguntam nossas necessidades e vão atrás do que estamos precisando”, agradece a artesã.

Entre as várias ações do Departamento, está a rodada de negócios entre quem produz e empresários para negociarem produtos. Antuanete participou de duas rodadas que considera extremamente positivas para fornecer lembranças a uma Escuna e uma loja de utilidades. Depois, tornou-se independente e começou a realizar suas rodadas de negócios diretamente com as empresas. “É como um bebê soltando a mão da mãe”, define a artesã. Também através do Departamento, ela foi estimulada a fazer o Micro Empreendedor Individual e assim, ter empresa formalizada e possibilidade de vender não apenas para o setor privado, como ao poder público.

O Departamento atende os profissionais com diferentes programas para assessoria de geração de renda, avanço na atividade e crescimento do empreendimento. Quando chegam ao Departamento são cadastrados e apresentados aos projetos desenvolvidos em cada área. “Analisamos o potencial para o desenvolvimento do negócio e tudo que isso envolve. Buscamos fomentar a geração de renda com encaminhamento de negócios de janeiro a janeiro, não apenas por temporada ou em eventos”, explica a coordenadora do Departamento, Rosani Trindade. Além disso, o Departamento faz encaminhamentos a cursos, participação em eventos e estimula através destes vários programas o profissional a alcançar a autonomia e o empreendedorismo.

“A Economia Solidária tem um papel fundamental no desenvolvimento das pessoas e suas potencialidades de empreendedorismo. É um trabalho para desenvolve-las. A Secretaria acredita que o papel é desenvolver pessoas através do empreendedorismo e nossos projetos são voltados a esta perspectiva” reflete o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Luis Carlos Citrini Braga.

As pessoas que trabalham em algum ramo de atividade envolvido nestes setores podem procurar o Departamento de Economia Solidária em busca de informações. O atendimento é junto a Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio, na rua Senador Pinheiro Machado, 169. O telefone é 3251-9530.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click