Redação

O Presidente do Sindicato dos Municipários de São Lourenço do Sul (SIMUSSUL) Jorge Xavier divulgou em sua rede social uma Nota de esclarecimento sobre a ausência do Sindicato na paralisação realizada na última quarta-feira (15). Abaixo reporduzimos na íntegra o conteúdo divulgado no facebook:


"No dia de hoje 15 de maio , o SIMUSSUL e seus diretores sofreram vários ataques PREMEDITADOS nas redes sociais. Sabem o motivo? A ausência do sindicato na paralisação. Então entendam o motivo do SIMUSSUL NÃO ter aderido.
Fomos procurados por um representante do Cepers local convidando para participar de uma reunião do comitê local contra a reforma da previdência e uma possível paralisação em 1* de maio , onde ao chegar na referida reunião fui informado que " foi cancelada porque alguns não poderiam comparecer" inclusive o representante do Cepers não compareceu , uma falta de RESPEITO em não comunicar o cancelamento , mas ficaram de avisar a próxima data , o que esperei e aconteceu na SEGUNDA FEIRA DIA 13 DE MAIO às 13:30 , isso mesmo , na ante véspera da paralisação o mesmo representante retornou juntamente com mais um membro da comissão ( que inclusive já foi secretária de educação em outras gestões) para convidar o SIMUSSUL para quarta feira participar do ato , foi então que questionei alguns porquês. Por que não convidar o sindicato com antecedência? Por que não comunicaram o cancelamento da reunião, nos fazendo de bobos a espera? E se tinham conhecimento dos procedimentos e etapas para um sindicato fazer uma paralisação? Pois é preciso uma assembleia geral e se aprovado , precisa comunicar o executivo com antecedência mínima de 48 horas para não se tornar um ato ABUSIVO , o que acarretaria em sanções contra o sindicato e os servidores qualquer dúvida Lei 7783/89.
O SIMUSSUL trabalha dentro da legalidade e com muita responsabilidade não podendo por um ato impensado prejudicar seus associados e também a população que não teria tempo hábil para organizar sua vida e deixariam seus filhos (muitos deles bebês) com quem?
Então para deixar essa situação esclarecida nossa DIRETORIA não tem culpa, não os ofendam em redes sociais, em telefonemas , se esse grupo das ofensas quer um culpado por não ter participado da paralisação a responsabilidade é toda minha JORGE XAVIER Presidente do SIMUSSUL."

 

Confira programação:

16 de maio - 08h00m até às 10h00m: Acolhimento e Credenciamento

- 09h00m: Apresentações Culturais

- 12h00m: Intervalo para almoço

- 13h00m: Apresentação Cultural

- 14h00m: Abertura Oficial do Evento

- 16h00m: Mesa: Cuidado Compartilhado em Saúde Mental

 

Dinarte Ballester - Médico Psiquiatra, Doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo

Flávio José Machado Resmini - Médico Psiquiatra e Supervisor de Saúde Mental da Secretaria de São Lourenço do Sul/RS

- 18h00m: Caldo Lourenciano

 

17 de maio

- 09h00m - Mesa: Experiências de  articulação  da Saúde Mental  na atenção básica: Experiências e  desafios nos municípios

 

Maria Fernanda Cruz Penkala Dias - Médica Psiquiatra e Coordenadora do Programa de Residência Médica de São Lourenço do Sul/RS

Leonardo Piovesan – Coordenador da Atenção Primária de Sapucaia do Sul, RS

Rochele Bristot – Apoiadora institucional  das equipes de Saúde Mental de Sapucaia do Sul, RS

Lieni F. Herreira - Enfermeira Mestre em Ciências da Saúde e Doutoranda em enfermagem na UFPEL, RS

Silvia D. D. de Azevedo Maia e Sonia Marisa Sayão dos Santos - "Consultório na Rua", de Canoas, RS.

Renata Schorn, Vanessa Bettiol e Roger Souza - Rede de Saúde Mental de Viamão, RS

Rubiane Duarte - Coordenadora da Política de Saúde Mental de Rio Grande

- 12h00m - Apresentação Cultural

- 15h00m - Mesa: Dispositivos possíveis no cuidado intersetorial

 

Analice Palombini - Psicóloga , Doutora em Saúde Coletiva

Dirceu, Darcy, Leandro e Kátia - GeraçãoPOA de Porto Alegre, RS

Cristine Schuller - Pedagoga, atua na cidade de Novo Hamburgo

O prefeito Rudinei Härter recebeu em seu gabinete na quarta-feira (15), a coordenadora de Cultura Miriam Freitas, junto de Hugo Hinterholz e do delegado local do grupo Estância da Poesia Crioula, Pandiá Cardoso para tratar dos preparativos do 63º Rodeio de Poetas Crioulos. O evento que percorre o estado é realizado pelo grupo Estância da Poesia Crioula com apoio da Prefeitura e ocorre em 2019 em São Lourenço do Sul, nos dias 29 e 30 de junho.

O evento tem como Patrono Espiritual Paixão Côrtes e objetiva congraçar fraternalmente todos os poetas do Estado, cultores do gênero gauchesco; estudar as origens e a evolução da poética crioula; cultuar a obra e a memória dos precursores dessa poesia; difundir a obra poética nativa nas escolas, na imprensa falada, escrita e televisionada, no seio das entidades tradicionalistas e no meio do povo em geral; e, por fim, prestar estímulo e orientação aos elementos novos, mediante o estabelecimento de torneios poéticos e ampla divulgação dos seus trabalhos.

A Polícia Civil, através da Delegacia de São Lourenço do Sul, realizou duas prisões decorrentes de sentença condenatória transitada em julgado. M.L.S, 26 anos de idade, foi condenado por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. M.C, 35 anos de idade, foi condenado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Auxilie a Polícia Civil com informações pelo whatsapp 53-99127.5719.

A Associação dos Artistas Plásticos de São Lourenço do Sul, realizou na noite desta quarta-feira (15), no Restaurante Nona Bray, um exposição de Arte em comemoração aos 30 anos da entidade. Logo após aconteceu um jantar festivo com a presença de diversos artistas e autoridades que prestigiaram os 30 anos da AAP.

Será disputada neste domingo (dia 19) a 3ª etapa da Copa Nobre de Ciclismo. A cidade sede será Rio Grande, onde os ciclistas terão como  grande  desafio os fortes ventos, característicos da região. O atleta lourenciano Marcelo Elias estará disputando a categoria Elite, a qual está dividindo a liderança do certame com outro atleta. O percurso será de 96 km em um circuito com 8 km por volta. Desejamos a Marcelo uma boa sorte e que mantenha a liderança do campeonato em sua categoria. Apoiadores: Nobre Bicicletas, Restaurante Pinz, Costa Azul, Postos Renascer e Jornal o Lourenciano.


No início da semana a prefeita Enfª Fábia Richter participou como palestrante convidada,  da I Semana de Enfermagem Integrada da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e o Conselho Regional de 
Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Coren-MS). Confira o link com a matéria e a entrevista concedida pela prefeita.

Quinta, 16 Maio 2019 06:37

David Baini - Edição dia 16-05-19

Como os cortes de verba devem afetar o campus da FURG em SLS?
* Entrevistado o Diretor da FURG em SLS, Prof. EDUARDO VOGELMANN falou sobre como os cortes de recursos deverão afetar o campus da FURG em São Lourenço do Sul? Ele assim se manifestou: “A situação atual vem sendo observada com muita apreensão pelos gestores e, apesar da FURG manifestar recentemente a possibilidade de criação de um novo curso em São Lourenço do Sul, notícia muito bem recebida pela comunidade, os anúncios de cortes nas verbas das Universidades e Institutos Federais de ensino devem dificultar severamente a gestão dessas instituições, dificultando os planos de expansão de novos cursos, infraestrutura e projetos de ensino, pesquisa e extensão. Além disso, a redução do orçamento inevitavelmente refletirá em uma redução no valor que atualmente a FURG SLS gasta no comércio e setor de serviços de São Lourenço. Além disso, haverá outras repercussões como o aumento do desemprego pois todas as intuições necessitarão reduzir o quadro de funcionários terceirizados. Hoje a FURG SLS gera 14 empregos diretos, ocupados por lourencianos. Somado a isso, poderá ser incrementada a evasão de alunos, principalmente os de baixa renda, pela redução da ofertas de bolsas e auxílios financeiros que atualmente contribuem para a permanência dos estudantes mais vulneráveis na universidade. Dessa forma, evidencia-se que o corte de verbas das universidades deve-se refletir negativamente na economia de todas as cidades em que há uma instituição federal de ensino, inclusive São Lourenço do Sul.
Mesmo diante desse cenário, a expectativa da instituição mantem-se voltada para que a cada dia se possa fortalecer a FURG em São Lourenço do Sul, ampliando a área física e garantidas as condições para a oferta de novos de cursos de graduação e pós-graduação, atendendo principalmente as demandas da região. Com isso, esperamos gerar novos empregos diretos e indiretos, investir ainda mais no comércio local e garantir a todos, desde os jovens aos idosos, a oferta de cursos superiores gratuitos e de qualidade, uma vez que, ter uma graduação é estar um passo à frente na corrida por uma colocação profissional, principalmente em tempos de crise econômica e alto índice de desemprego, situação que atualmente assola o Brasil.” NEM É PRECISO COMENTAR MAIS.


Reajuste para diretoria do Banrisul não deve ser maior que a inflação, defende Pedro Pereira
A possibilidade de os novos diretores do Banrisul aumentarem os próprios salários em 100% gerou questionamentos na Assembleia Legislativa. Após as indicações do governador Eduardo Leite e aprovação dos nomes pela Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle, o Projeto de Decreto Legislativo 1 2019 foi encaminhado para votação em plenário nesta terça-feira (14). A matéria, no entanto, não foi apreciada devido à retirada de quórum, mesmo assim o tema foi discutido por parlamentares durante a sessão. O deputado Pedro Pereira (PSDB) se manifestou na tribuna e afirmou que vota contra as indicações, pois ao que tudo indica, os novos diretores, após assumirem os cargos, reajustariam seus salários em 100%. “A remuneração dos diretores é de R$ 40 mil, com esse aumento passaria para R$ 90 mil. A do presidente é de R$ 50 mil e passaria a ganhar R$ 100 mil. Deixo bem claro que não sou contra os nomes, mas reajustar salários com o Estado quebrado é uma verdadeira aberração, uma afronta ao povo gaúcho, aos trabalhadores, aos homens e mulheres. Não serei irresponsável em ajudar a aprovar este absurdo. É um murro na cara dos gaúchos” afirmou.


Estacionamento: falta sinalizar as faixas oblíquas na rua Mal. Floriano
O centro de São Lourenço do Sul já está pequeno em estacionamentos para tantos veículos. Na rua Mal. Floriano, entre Pio Ferreira e Alfredo Born, havia faixas oblíquas orientando os motoristas onde estacionar. Com o asfaltamento daquela quadra desapareceram as faixas oblíquas, levando vários motoristas a estacionarem de qualquer jeito, ocupando muito espaço naquela quadra. Vários leitores estão sugerindo que a municipalidade volte a pintar as faixas oblíquas naquele local. É fácil e custa pouco ...

Quinta, 16 Maio 2019 06:36

Manchete edição 16-05-19

LEIA NESTA QUINTA-FEIRA NO SEU JORNAL O LOURENCIANO


* Polícia Civil divulga foto de foragido da Justiça
* Estelionato em Quevedos pelo whats: Vítima depositou R$ 8.700,00 na conta
* Operação policial na Colina do Sol com tiroteio em busca de foragido
* Polícia Civil conclui, em menos de um mês, investigação sobre tentativa de homicídio ocorrida no bairro Kraft
* Polícia Civil parou contra a reforma da Previdência
* Brigada Militar iniciou atividades do PROERD
* Motorista embriagado pagou R$ 500,00 de fiança para não ser preso
* Muita discussão e agressão na localidade de Sarandi
* Desassoreamento do arroio já apresenta resultados positivos
* Reunião tratou de iluminação em pontos da BR-116
* Rodoviária de São Lourenço do Sul passará por melhorias
* Quem não quitar IPVA 2019 será inscrito em dívida ativa
* Diretor do Campus destacou os planos da FURG em São Lourenço do Sul
* Atenção: é urgente retirar a cratera
* Leitor questiona a Prefeitura
* 14º Mental Tchê acontece hoje e amanhã
* Você sabe o que representa o campus da FURG para São Lourenço do Sul?
* Como os cortes de verba devem afetar o campus da FURG em SLS?
* Sindicato Rural mudou sua sede para o Parque de Exposições
* Quanto paga de ICMS o consumidor de gasolina do Rio Grande do Sul?


ESTAS E OUTRAS MANCHETES VOCÊ VAI LER NESTA QUINTA-FEIRA NO SEU JORNAL O LOURENCIANO

Em setembro São Lourenço do Sul sediará o 46º Campeonato Brasileiro de Futebol de Mesa e o 11º Brasileiro de Clubes. O evento ocorrerá nos dias 6, 7 e 8 de setembro, na Sede Social do Grêmio Esportivo Lourenciano. A expectativa é de que mais de 100 competidores busquem o título sobre a regra "1 Toque Cavado". Representantes de vários estados participarão dos dois campeonatos, atraindo turistas para São Lourenço do Sul no período.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click