Sexta, 21 Junho 2019 07:34

Davi Baini - Edição dia 21-06-19

Por

Saiba quem e quanto vai poder comprar no Free Shop brasileiro em Jaquarão?
o Caraballat é o primeiros free shop brasileiro a se instalar em breve em Jaguarão, no lado brasileiro. Muitas pessoas têm dúvidas sobre quem poderá usufruir dos Free Shops brasileiros, mas a resposta é simples: Todos. Tanto brasileiros quanto estrangeiros poderão comprar, respeitando a cota de US$300,00 por pessoa. As melhores marcas internacionais de cosméticos e perfumaria estarão no Caraballat Free Shop. Regras de compras - A cota máxima de compras é de US$ 300 por CPF ou o equivalente em outra moeda a cada intervalo de 30 dias em compras de produtos nacionais. O excedente em mercadorias importadas terá taxa de 50%. Compra de Bebidas alcoólicas – 12 litros. Compra de Cigarro – 20 maços. Compra de Charutos ou cigarrilhas – 25 unidades. Compra de Fumo preparado para cachimbo – 250 gramas. Ainda se tenta manter a cota para brasileiros comprarem em free shops estrangeiros quando estão em viagens terrestres. Com a abertura das lojas francas no Brasil, o limite cairia de US$ 300 para US$ 150. Se aumentar, o consumidor poderá gastar um total de US$ 600 sem pagar tributos sobre o excedente. Metade de cada lado da fronteira.


Que País é esse? Veja só!
* O BRASIL está passando por momentos incríveis na área de trânsito: uma lourenciana estava trabalhando na quarta-feira de cinzas em São Lourenço do Sul, onde há vários anos trabalha. Para sua surpresa, recebeu uma multa, de Porto Alegre, no valor de R$ 300,00 por estar falando no celular ao mesmo tempo em que dirigia. Neste ano ela nem esteve na capital.
* OUTRO importante leitor (todos leitores são importantes) pagou o seu IPVA normalmente, recebendo um desconto por não possuir nenhuma multa no ano passado. Estava em Porto Alegre, quando foi interceptado por uma blitz da EPTC. Os “azuizinhos” declararam que ele possuia um débito de R$ 110,00 do ano passado e mandaram guinchar o seu carro. O referido leitor, perplexo, foi pesquisar pois, pelas suas contas estava com tudo pago. O que não sabia era que em novembro do ano passado recebeu uma multa, da qual não foi notificado nem cobrado. Como havia ganho o desconto no IPVA porque não possuia multa, o Detran decidiu debitar o desconto que havia sido dado ao motorista. Pronto. Aí ele ficou devedor. E para reaver o carro? Foi um parto. Pagamentos e burocracias. O Detran não havia se dignado de avisá-lo da multa. INÚMEROS casos desses se repetem pelo Estado do Rio Grande do Sul. Parece mentira: o motorista é multado, porém nem fica sabendo. A notificação vem no casco da tartaruga. Aí, dá o que deu.
* O QUE SE VÊ hoje é que o Brasil, na área de trânsito, é um país de quinto mundo. E na parte de cobrança de multas, tenta ser de primeiríssimo mundo. Salve-se quem puder!
Eleições Municipais 2020
* OS POLÍTICOS já estão se movimentando com vistas para as eleições municipais do próximo ano. É lógico que muita água tem para passar debaixo das pontes. Porém já se vê mobilizações políticas.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click