Quinta, 07 Fevereiro 2019 06:43

David M. Baini edição dia 07-02-19

Por

Funcionárias do PIM reclamam das demissões
* Recebemos na tarde da última quinta-feira (31) dois telefonemas de funcionárias do programa Primeira Infância Melhor, dizendo que haviam sido pegas de surpresa, pois foram avisadas que a partir do dia seguinte (dia 1º) não mais fariam atendimentos, pois TERIAM sido demitidas sem aviso prévio, estando com o 13º salário de 2018 ainda em atraso.
O contraponto da Prefeitura
* procuramos a prefeitura que, através do Decom, assim se manifestou: “A Administração Municipal esclarece que o programa Primeira Infância Melhor (PIM) não será extinto. O programa foi interrompido temporariamente devido a não concordância por parte da Santa Casa de Misericórdia em prorrogar o convênio por seis meses, conforme aprovado pela Câmara de Vereadores no dia 4 de janeiro de 2019. O Município está buscando alternativas viáveis de manutenção das atividades do PIM. Informamos às famílias que, assim que as questões administrativas referentes a contratação de visitadores estiverem resolvidas, o atendimento será retomado. No que diz respeito ao pagamento do 13º salário, como já informado e veiculado anteriormente, a Administração Municipal, além de estar em dia com seus repasses à Santa Casa de Misericórdia, também realizou o repasse do 13º salário dos funcionários bem como de suas férias e demais encargos durante o ano. Ficando a cargo da instituição o repasse dos valores aos funcionários. Não há débitos do Município referentes a nenhum tipo de encargo trabalhista, inclusive 13º salário, junto à Santa Casa. Cabe salientar que estes valores são referentes aos pagamentos de funcionários dos programas Primeira Infância Melhor, SAMU, Saúde Mental, Estratégia da Saúde da Família e Centro de Especialidades Odontológicas - e não aos que trabalham no atendimento da Santa Casa de Misericórdia. Todos os dados, datas e valores dos repasses estão disponíveis para consulta no Portal da Transparência da Prefeitura Municipal. (Fernanda Krumreich Helms - Assessora Geral de Comunicação - Coordenadora do Departamento de Comunicação)

Alguns prestadores de serviços geram descontentamentos
* Com alguma frequência chegam até nossa redação manifestações de descontetamento contra ALGUNS (repito: alguns, não são todos) prestadores de serviços (pintura, pedreiro, carpinteiro, eletricista, entre outros) pelo fato de prometerem várias vezes que irão na residência prestar atendimento porém nunca aparecem. COM CERTEZA, esses profissionais devem estar com muito serviço faltando tempo para atenderem todas solicitações. Um cidadão lourenciano, leitor desta coluna, descontente com esses fatos, procurou-me sugerindo que uma entidade ou a prefeitura, através da atuante secretaria de Assistência Social, coordenado pelo competente Coronel Valdoir, realize cursos profissionalizantes nas áreas mais solicitadas e carentes. Aumentando o número de profissionais, certamente o problema será amenizado. Esse fato já aconteceu há alguns anos, com instaladores de Split. Não havia profissionais em número suficiente para atender a demanda. A ACI, na época, realizou com o SENAI, um curso com 25 participantes e pronto, foi resolvido o problema. Fica a sugestão neste sentido a quem de direito.


Os cavalos soltos continuam sendo um problema
* São muitas reclamações contra os cavalos soltos em nossa cidade, colocando em risco os motoristas e os próprios animais. Foi suspenso o trabalho dos pegadores de cavalos devido a ação do conselho de veterinária que denuncio a falta de um médico veterinário acompanhando a apreensão dos animais. Depois disso, o numero de cavalos soltos aumentou consideravelmente especialmente na praia. Segundo soube, a municipalidade havia preparado uma blitz com a Brigada Militar para prender esses cavalos soltos, porem a noticia vazou e não houve apreensão de animais. A solução que alguns moradores encontraram foi cortar as cordas de cavalos que são presos há mais de três dias sem comer e sem beber. Tem que ver a felicidade desses cavalos libertados. Dizem que libertar um animal é um gesto cristão.

Uma lástima que não é em São Lourenço do Sul
* NOSSA CIDADE, na época em que o ator WERNER SCHÜNEMANN estava na Globo, recebeu várias equipes de filmagens para a TV Globo. Agora é a vez de Jaguarão ser feliz. Quem já está lá para gravar a novela Dias Felizes é nada mais nada menos que os atores Fernanda Montenegro, Juliana Paes e Marcos Palmeira, entre outros. A Globo ocupou três hotéis da cidade. Muita gente vai para lá só para conhecer os artistas. Você não vai?

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click