David Baini 22-02-18

Sexta, 23 Fevereiro 2018 11:00 Por

 

Indignação empresarial com as obras paralisadas no Centro de Eventos
* NA MANHÃ desta quarta-feira (21), na sede da ACI, aconteceu uma reunião “quente” promovida pela Associação de Amigos da Praia, com a participação da ACI-CDL e empresários lourencianos para tratar sobre a reativação imediata das obras do Centro de Convenções, paralisadas há 14 meses. Os empresários participantes manifestaram-se veementes quanto à necessidade de que o município reinicie de imediato as obras do Centro de Convenções. As manifestações são de indignação. Alguns empresários declararam não aceitar a estagnação dessa importante obra. “Ainda mais que existe importante dotação orçamentária para ser aplicada ainda neste ano na retomada das obras, correndo risco de ser perdido o valor” declarou um empresário. Este jornalista entrou em contato com o Decom, pedindo contraponto. Como o Prefeito encontrava-se em Porto Alegre, o Decom repassou uma manifestação da Prefeitura em maio do ano passado a respeito do Centro de Eventos. Reproduzo a seguir pois esclarece qual é a intenção da municipalidade.
Nota divulgada pela Administração Municipal em 26/05/17
* considerando as manifestações publicadas sobre o Centro de Convenções, a municipalidade vem a público expor o que se segue: (esta coluna reproduz parcialmente)
Salientamos que os recursos de contrapartida da obra, que analisados isoladamente na postagem referida, e que podem parecer pequenos, na verdade na situação atual eles são expressivamente altos. Este fato, aliado à situação de que as etapas previstas são dependentes entre si, bem como, a existência de uma ação civil pública em andamento que questiona a construção naquele local, e que não tem definição, levaram a administração municipal em consenso com a Caixa Econômica Federal, que é o órgão repassador de recurso e fiscalizador da obra, a definir pela paralisação provisória das obras já iniciadas e suspensão da ordem de inicio das etapas que ainda não começaram, até que a administração possa dispor dos recursos de contrapartida sem prejuízo de outras ações prioritárias e essenciais, como serviços de saúde, folha de pagamento, transporte escolar, entre outros. Ressaltamos aos nossos munícipes que todas as ações e decisões dessa administração que visam à recuperação financeira do município, vêm sendo tomadas com total conhecimento do Tribunal de Contas, Ministério Público, e demais órgãos fiscalizadores. Por fim, frisamos a importância da obra, afirmando que a disposição da administração “desenvolvimento com transparência” é concluir todas as obras iniciadas na administração anterior, especialmente o Centro de Convenções.

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
X

Right Click

No right click