Redação


O JORNAL O LOURENCIANO entrevistou, nesta semana, o Vice-Presidente da ACI-CDL e empresário MAHMOUD AMER. Como você viu o 1º Festival de Inverno Lourenciano?
“FOI MUITO BOM. Havíamos planejado isso. Sabíamos sobre o tamanho do evento. Em três dias passaram mais de 30 mil visitantes. Foi maior do que a expectativa. Isso quer dizer que o povo lourenciano deseja esse tipo de evento. Tivemos muitas comercializações, atrações, palestras, gastronomia... Foram entre 35 a 40 artesanatos, floriculturas, agricultura familiar, agronegócio num estande único, onde se reuniu todas essas entidades num espaço só, para o bem de São Lourenço. Tínhamos os Bombeiros, Brigada Militar, Cartório Eleitoral, entre outros. O povo lourenciano viveu uma festa de três dias de compras. Todos estavam felizes. Já temos estandes reservados para o ano que vem, quando será aumentado o pavilhão. Um detalhe muito importante: tudo isso com três dias de chuva. Mesmo assim esteve lotadíssimo o evento. Houve reunião da Azonasul, sessão extraordinária da Câmara Municipal, curso de culinária da Afubra, Talk Show, etc... Ficamos muito felizes pelas pessoas que acreditaram em nosso trabalho. Quem não acreditou, o ano que vem é um convite para se integrar a nós, pois provamos que a ACI, quando lança uma ideia, ela acredita, vai e acontece. No próximo ano já foi acertado que o Festival de Inverno terá cinco dias, de quarta a domingo. Esse evento foi ideia e realização da ACI-CDL. Tivemos como importantes apoiadores a Prefeitura Municipal, Câmara Municipal, Corsan, Bombeiros, Brigada Militar, entre outros. A ACI colocou boa parte de investimento, pois acreditamos que temos que dar apoio para nossos sócios para atender, para acontecer, para ficar todos felizes. O evento movimentou a cidade”. 

O JORNAL O LOURENCIANO entrevistou, nesta semana, o Vice-Presidente da ACI-CDL e empresário MAHMOUD AMER. Como você viu o 1º Festival de Inverno Lourenciano?
“FOI MUITO BOM. Havíamos planejado isso. Sabíamos sobre o tamanho do evento. Em três dias passaram mais de 30 mil visitantes. Foi maior do que a expectativa. Isso quer dizer que o povo lourenciano deseja esse tipo de evento. Tivemos muitas comercializações, atrações, palestras, gastronomia... Foram entre 35 a 40 artesanatos, floriculturas, agricultura familiar, agronegócio num estande único, onde se reuniu todas essas entidades num espaço só, para o bem de São Lourenço. Tínhamos os Bombeiros, Brigada Militar, Cartório Eleitoral, entre outros. O povo lourenciano viveu uma festa de três dias de compras. Todos estavam felizes. Já temos estandes reservados para o ano que vem, quando será aumentado o pavilhão. Um detalhe muito importante: tudo isso com três dias de chuva. Mesmo assim esteve lotadíssimo o evento. Houve reunião da Azonasul, sessão extraordinária da Câmara Municipal, curso de culinária da Afubra, Talk Show, etc... Ficamos muito felizes pelas pessoas que acreditaram em nosso trabalho. Quem não acreditou, o ano que vem é um convite para se integrar a nós, pois provamos que a ACI, quando lança uma ideia, ela acredita, vai e acontece. No próximo ano já foi acertado que o Festival de Inverno terá cinco dias, de quarta a domingo. Esse evento foi ideia e realização da ACI-CDL. Tivemos como importantes apoiadores a Prefeitura Municipal, Câmara Municipal, Corsan, Bombeiros, Brigada Militar, entre outros. A ACI colocou boa parte de investimento, pois acreditamos que temos que dar apoio para nossos sócios para atender, para acontecer, para ficar todos felizes. O evento movimentou a cidade”. 
 
Uma das ações da Agropecuária Querência em 2019 é a realização de uma série de micro-treinamentos com sua equipe, a fim de abordar, conjuntamente, temáticas sobre atendimento, situações do cotidiano, informações técnicas e desenvolvimento da equipe! As ações visam o aprimoramento e conhecimento da equipe e a qualificação do atendimento aos clientes. 
Nesta semana a reunião aconteceu com os consultores da linha de animais de produção. Na ocasião, a equipe da Agropecuária Querência conversou sobre o lançamento das promoções voltadas à Expointer 2019 e a elaboração dos protocolos para controle de carrapatos!
Os micro-treinamentos são feitos sempre às terças e quintas, e desde o mês passado também já foram abordados temas como criação e suplementação de aves e terneiros, vacinas reprodutivas, gestão sanitária, antibióticos, rações para a linha pet e tratamentos homeopáticos.

 

CTG Sepé Tiaraju através do Piquete Cavaleiros e uma comissão do município encontra-se em Tenente Portela, acompanhado a 72ª Geração e Distribuição da Chama Crioula. Neste sábado (17) o grupo estará participando da distribuição da chama, retornando a São Lourenço do Sul, pernoitando em várias fazendas do Estado, sempre a cavalo, até as atividades da Semana Farroupilha.

O símbolo estará disponível no sábado (17), para ser levado obrigatoriamente à cavalo, como fez Paixão Côrtes, pela primeira vez no Parque Farroupilha em Porto Alegre.


O GOVERNO FEDERAL suspendeu o uso de radares móveis em Rodovias federais. O Governo do Estado porém garantiu que não está em planejamento medida semelhante para as rodovias gaúchas, informando que o Daer e a Brigada Militar não mudarão quanto ao emprego dos equipamentos na malha rodoviária gaúcha.  Para o Presidente Bolsonaro “não se pode ficar atrás de uma moita para multar. Portanto, se você estiver trafegando numa rodovia estadual, fique atento, pois logo ali pode estar um radar móvel operando.
...

A Brigada Militar de São Lourenço do Sul representada pelo Soldado Alexandre Luz, realizou na terça-feira (14), uma Palestra Instrutiva com o propósito de disseminar informações que promovam uma reflexão e a conscientização sobre as responsabilidades, valorização e a colaboração para um transito melhor e mais seguro visando assim que atitudes de segurança, respeito e cidadania sejam praticadas pela comunidade escolar da ENSEM.

A palestra contou com informações sobre legislação, responsabilidades dos condutores e formas de boa convivência no trânsito. Segundo o Soldado Luz, o trânsito diariamente produz vítimas, causando prejuízos aos cidadãos e ao Estado. Com o crescimento da frota de veículos, cresceu também o número de infrações e acidentes. Dessa forma, é fundamental que se faça um trabalho de educação e conscientização de todos envolvidos.

A ENSEM agradece a excelente palestra do Soldado Luz, essa iniciativa, além de promover uma educação contínua, teve como objetivo orientar, informar e convidar as pessoas a refletirem sobre as condutas que adotam no trânsito e sobre a responsabilidade que cada um tem na construção de um trânsito mais seguro.

 

Nesta quarta-feira (14), a Frente Parlamentar em Defesa da Conclusão da Duplicação da BR 116 realizou reunião na Fábrica dos Gaiteiros, na Barra do Ribeiro, para tratar do andamento das obras do viaduto e entorno do município. A comunidade da Barra do Ribeiro e entorno tem muita preocupação com a segurança na estrada, especialmente no acesso ao município. A Frente Parlamentar vai agendar audiência com a superintendência do DNIT, com os prefeitos da região Costa Doce, vereadores, lideranças comunitárias para elucidar questões tratadas nesta reunião de trabalho.

O fiscal de obras do trecho, engenheiro do Dnit, Marlon Diego Pedrini afirmou que as travessias urbanas e trechos de rolamento são prioridade máxima do DNIT. Segundo ele, atualmente, o Exército está com 200 trabalhadores no trecho e muito maquinário, e a expectativa é que o viaduto da Barra do Ribeiro fique pronto até 20 de dezembro deste ano, e com a drenagem funcionando, já que o acúmulo de água é uma das reclamações da comunidade.

Em relação à segurança na estrada, Pedrini informou que será estudada a possibilidade de colocação de cones ou barreiras de plástico, ou até mesmo construídas passarelas no acesso à Barra.

Para o coordenador da Frente, deputado estadual Zé Nunes (PT), estas reuniões municipais têm oportunizado a aproximação do tema da duplicação da BR 116 das comunidades. Ele lembra que desde 2016 tem trabalhando pela conclusão da duplicação da BR 116. “Seguiremos firmes e atuantes para que esta obra seja concluída. Já estamos articulando mais recursos federais no Orçamento Geral da União para 2020”, garantiu. 

Participaram da reunião o deputado estadual Fábio Branco, prefeitos, vereadores, estudantes e comunidade da região.

Marcela Santos - Assessoria de Imprensa

Gab. Dep. Estadual Zé Nunes

Neste sábado, 17 de agosto, a partir das 9 horas, ocorrerá um Brechó Beneficente em Pról da Jociane Beléia, na Loja da Adriana Cavalheiro, em frente ao Tchê Gela.

Jociane Beléia tem 36 anos, moradora do bairro Navegantes e sofre com Neuralgia do Trigêmeo,  que é considerada uma das dores mais fortes do mundo. Trata-se de um distúrbio neuropático crônico que afeta o nervo trigêmeo, responsável por levar as informações de sensibilidade do rosto ao cérebro. Essa neuralgia é caracterizada por uma dor fortíssima e intensa nas áreas da face em que o nervo passa.

As roupas serão vendidas de 1,00 a 10,00 reais, e você adquirindo qualquer peça irá estar contribuindo com o tratamento que possui um alto custo e para a cirurgia que custa em torno de R$ 70.000,00.

Uma equipe da Secretaria de Obras e Urbanismo trabalha nesta quinta-feira (15) na instalação de uma nova rede de esgoto na rua Almirante Barroso esquina com Prudente de Moraes, no bairro da lomba. O serviço é realizado com mão de obra própria da Secretaria. A obra está canalizando o esgoto até então a céu aberto, proporcionando melhoria sanitária aos moradores da região, cobrindo uma grande extensão até então exposta.

A Prefeitura Municipal está realizando mais uma obra de pavimentação com blocos de concreto na rua Sete de Setembro entre as ruas Isolina Passos e Princesa Isabel, no bairro Navegantes. A pavimentação da via é feita através do Programa de Pavimentação Comunitária quando a obra é realizada em conjunto pelos moradores e Poder Público. 

Conforme a Lei do Programa de Pavimentação Comunitária, tendo no mínimo 75% de adesão dos proprietários de imóveis da rua, a Prefeitura auxilia aqueles sem condições para pagamento, financiando o valor em parcelas. Caso o trecho tenha 100% de adesão dos proprietários, todos recebem isenção do IPTU por dois anos a partir da data de conclusão da obra.

O morador Adilson Mesquita, deu seu depoimento sobre como a obra irá influenciar na vida de quem reside no local, dizendo “ganharemos muita qualidade de vida pois não terá mais barro em dias de chuva, nem buraco e poeira trazendo sujeira para dentro das casas, além de valorizar muito nossos imóveis. O calçamento era uma reivindicação dos moradores há muitos anos e agora que está se tornando realidade estamos ansiosos para ver pronto”, concluiu.

Página 1 de 771

O Jornal

Contato

Localização

Social

© 2018 Jornal O Lourenciano
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
Política de Privacidade

X

Right Click

No right click